Pesquisa personalizada

5 de mai de 2009

Fórmula 1 terá mudanças em 2010



Max Mosley, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), cumpriu o que prometeu: o campeão do mundo de 2010 será o piloto que conquistar o maior número de vitórias e não o de pontos, como agora.
.
A medida era para entrar em vigor este ano, mas, diante da reação contrária de quase todos dentro e fora da Fórmula 1, Mosley voltou atrás. Deixou claro, no entanto, que apenas estava adiando a sua introdução. Na última reunião do Conselho Mundial da FIA, dia 29, o dirigente incluiu no pacote de mudanças radicais da categoria para o ano que vem a nova forma de se definir o título, que se tornou pública nesta segunda-feira.
.
Quarta-feira a associação das equipes (Fota), fará uma reunião em Londres. A pauta da reunião seria a imposição do limite orçamentário de 40 milhões de libras (cerca de R$ 130 milhões) e da criação de duas categorias na Fórmula 1, uma para quem adotar esse teto de investimento e outra para quem não aceitá-lo, agora, com a oficialização do número de vitórias para se conhecer o campeão do mundo, o encontro terá agora um novo assunto para discussão, uma vez que os pilotos, organizadores e proprietários de equipes, não concordam com as alterações de Mosley.
.
A FOTA vai tentar de todas as formas manter as regras de hoje, mas se não conseguir, há possibilidade de um racha com a FIA, e a organização de um campeonato separado. O nome Fórmula 1 ficaria com a FIA, e a FOTA daria um nome novo para o campeonato com os atuais construtores.
.
Felipe Ruas/imagensfatos-fonte AE

Nenhum comentário: