Pesquisa personalizada

30 de abr de 2010

Crime de tortura

Satellite

A procuradora de Justiça aposentada Vera Lúcia Sant'anna Gomes foi indiciada pelo crime de tortura qualificada pelas agressões a uma criança de 2 anos. A menina estava sob sua guarda provisória em processo de adoção. Em depoimento em uma delegacia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, a procuradora negou as agressões e disse que tinha um grande carinho pela menina. Ela admitiu que chamou a garota de cachorrinha, mas alegou que não considerava a expressão uma ofensa, já que ela gosta muito de cães.

Os exames apresentados à polícia indicam que a menina sofreu várias lesões em dias diferentes durante um mês. As agressões foram descobertas pelo Conselho Tutelar no dia 14, depois de uma denúncia feita por empregados da procuradora.

Vera Lúcia pode ser condenada a uma pena de dois a oito anos de prisão. E aí é que a coisa pega, na conjugação do verbo, “pode”, ou seja, considerando-se a posição da acusada este será mais um caso de impunidade para constar nas grossas relações do judiciário. Ontem, aqui em Pelotas, um homem foi detido por criar 12 pássaros em sua casa, ele vai ter que pagar uma multa ao Ibama e será processado por crime ambiental. Esta mulher ficou menos tempo na delegacia depondo sobre um caso de tortura, agressão, maus tratos e pressão psicológica sobre uma criança indefesa de apenas 2 anos, do que este homem que criava com todo zelo os 12 passarinhos. Ela saiu da delegacia com a mesma cara de pau e arrogância com a certeza que nada irá acontecer.

A doutora Vera Lúcia Sant’anna Gomes saiu da delegacia e voltou para casa, para junto de seus cachorrinhos a quem ela dedica muito amor. A menina que foi encontrada pelos conselheiros no terraço, jogada ao chão no mesmo local onde ficava o cachorro desta senhora, teve que ficar três dias hospitalizada para ser tratada dos traumas das agressões.

Dane-se! Azar! Que tenha vinte!  Essa foi a única declaração à imprensa desta mulher, uma procuradora de Justiça aposentada que conhece como funciona a Justiça em nosso país. “Que tenha vinte”, é uma declaração de quem acredita na impunidade.

Cópia de ANNA MARIA

Postado por Anna Maria

anna.ajuris@yahoo.com

27 de abr de 2010

SIMP paralisa em Pelotas e tranca a pauta na Câmara

Municipários e Sindicato realizaram audiência pública na Câmara de Vereadores de Pelotas para apresentar a pauta de reivindicações da categoria e pleitear junto aos vereadores o trancamento da pauta, e consequentemente, trancar andamento do projeto de reforma administrativa do executivo municipal. Ficou agendado para amanhã uma reunião entre Simp, representantes do Executivo e vereadores para discussão do dissídio da categoria. Os vereadores concordaram em não continuar a análise do projeto de Fetter até que uma posição relativa ao funcionalismo fosse definida.

Ameaça de bomba para atividades na Justiça do Trabalho em Pelotas

Uma ameaça de bomba no prédio do Foro Trabalhista de Pelotas situado à rua Lobo da Costa, 585, centro da cidade, paralisou as atividades das Varas Trabalhistas hoje pela manhã. A ameaça foi recebida por um telefonema anônimo por volta das 10hs da manhã. A Brigada Militar isolou o local e aguarda a chegada da Polícia Federal para fazerem a vistoria no prédio. Os servidores foram retirados do prédio e aguardam o desfecho na rua.

A exatamente um ano, 27/042009, um bando de encapuzados invadiu rapidamente o mesmo prédio rendendo vigilantes e roubando armas, munições e coletes à prova de balas.

Além de assaltar as pessoas que encontravam pela frente, os criminosos levaram dinheiro do posto da Caixa Econômica Federal, no térreo.

O quarteto chegou às 11h15min. Armados, eles renderam os dois vigilantes. Enquanto dois assaltantes ficavam no posto bancário, os outros dois foram ao andar superior arrecadar celulares e dinheiro de servidores e outras pessoas que estavam na 1ª Vara do Trabalho.

O assalto durou cerca de cinco minutos.

26 de abr de 2010

Gabarito do concurso público da Prefeitura de João Pessoa – Área da Saúde

594px-Brasao_JoaoPessoa_Paraiba_Brasil2_svg copy

Divulgado o gabarito das provas do concurso público da prefeitura de João Pessoa para a área da saúde. Confira e boa sorte.

 

Nível Médio

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO

ALTERNATIVA

01

D

26

A

02

B

27

B

03

D

28

C

04

C

29

A

05

C

30

D

06

D

31

C

07

A

32

B

08

C

33

D

09

D

34

A

10

A

35

A

11

B

36

C

12

A

37

A

13

D

38

D

14

C

39

B

15

C

40

B

16

D

41

A

17

C

42

B

18

A

43

D

19

C

44

C

20

B

45

A

21

A

46

D

22

D

47

A

23

A

48

D

24

B

49

C

25

C

50

B

DEMAIS GABARITOS CLIQUE NOS LINKS ABAIXO OU CLIQUE AQUI PARA FAZER A LEITURA DOS GABARITOS É NESCESSÁRIO TER INSTALADO ADOBE READER EM SEU COMPUTADOR.get_adobe_readerClique e baixe Adobe Reader

NÍVEL MÉDIO / TÉCNICO

» Técnico em Enfermagem » Técnico em Nutrição e Dietética
» Técnico em Laboratório de Análise Clínica » Técnico em Prótese Dentária
» Técnico em Radiologia » Técnico em Vigilância em Saúde

NÍVEL SUPERIOR

» Assistente Social em Saúde » Médico - Colposcopia
» Cirurgião Dentista » Médico - Endocrinologia
» Educador Físico » Médico - Endoscopia
» Enfermeiro  » Médico - Geriatria
» Especialista de Vigilância em Saúde » Médico - Ginecologia
» Farmacêutico » Médico - Hematologia
» Farmacêutico / Bioquímico » Médico - Infectologia
» Fisioterapeuta » Médico - Mastologia
» Fonoaudiólogo » Médico - Nefrologia
» Nutricionista » Médico - Neonatologia
» Psicólogo Clínico » Médico - Neurocirurgia
» Sanitarista » Médico - Neurologia
» Médico - Anestesiologia » Médico - Obstetrícia
» Médico - Broncologia » Médico - Oftalmologia
» Médico - Cardiologia » Médico - Ortopedia
» Médico - Cardiologia Infantil » Médico - Otorrinologia
» Médico - Cirurgia Cabeça / Pescoço » Médico - Pediatria
» Médico - Cirurgia Geral » Médico - Pneumologia
» Médico - Cirurgia Pediátrica » Médico - Proctologia
» Médico - Cirurgia Plástica » Médico - Psiquiatria
» Médico - Cirurgia Torácica » Médico - Radiologia
» Médico - Cirurgia Vascular » Médico - Reumatologia
» Médico - Citopatologia » Médico - Terapia Intensiva
» Médico - Clínica Geral » Médico - Ultrasonografia
» Médico - Colonoscopia

» Médico - Urologia

24 de abr de 2010

Transplantes de órgãos – Tráfico e impunidade

Dia 08 de maio, o documentário HOT – Human Organs Traffic  será exibido  no British Museum em Londres. Este documentário começa com o caso Paulinho, Paulo Veronesi Pavesi, 10 anos de idade, que após um acidente doméstico foi atendido em um hospital em Poços de Caldas e teve seu órgãos retirados ainda vivo. O depoimento em vídeo de Paulo Pavesi, pai de Paulinho, conta uma parte da triste história que muitas pessoas consideram como sendo “lendas urbanas,” mas que são reais e estão  próximas de nós.

No caso de Paulinho, em 17 de maio de 2002, o Ministério Público Federal,  por seus Procuradores da República Adailton Ramos do Nascimento, Eduardo Morato Fonseca, Isabela de Holanda Cavalcanti e Juliano Stella Karam, ofereceu denúncia  por crime de homicí­dio doloso qualificado contra os médicos José Luiz Gomes da Silva, Álvaro Ianhez, José Luis Bonfitto e Marco Alexandre Pacheco da Fonseca, pela morte de Paulo Veronesi Pavesi, ocorrido na cidade de Poços de Caldas. Porém até hoje nenhum dos acusados foi punido
Assista o documentário. Para conhecer todos os detalhes do assassinato de Paulinho, link em “A verdade. Nada mais que a verdade.”

22 de abr de 2010

Vereadores rejeitam projeto em favor dos idosos

A câmara de vereadores rejeitou a proposta de gratuidade às pessoas com mais de 60 anos no transporte coletivo da zona rural. Na sessão desta quinta-feira (22), eram necessários dez votos, mas somente nove foram favoráveis. Quatro vereadores se abstiveram e dois faltaram a sessão.

Os que não quiseram votar:
  • Ademar Ornel (DEM),
  • Milton Martins (PT),
  • Waldomiro Lima (PRB) 
  • Idemar Barz (PTB).
  • Pedro Godinho (PMDB) - FALTOU
  • José Sizenando (PPS) - FALTOU
Ildemar Barz foi a decepção de todos os presentes, pois além de ter origens na colônia de Pelotas, ele faz parte do Conselho Municipal do Idoso e traiu os principios que ele sempre disse defender.
Por outro lado, os vereadores aprovaram as reformas administrativas do Executivo, com a criação do gabinete da primeira dama, uma despesa a mais que os pelotenses irão pagar apenas para servir de apoio a candidatura da mulher do prefeito.

21 de abr de 2010

Ibope aponta vantagem de Serra

dilma-e-serra

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (21) aponta o  candidato do PSDB, José Serra com 36% das intenções de voto e Dilma Rousseff, do PT, com 29%. A pesquisa sobre intenção de votos para presidente foi encomendada pelo jornal Diário do Comércio. Os sete pontos percentuais que os separam eram cinco na pesquisa anterior do mesmo instituto (35% a 30%).

Segundo o jornal, o levantamento mostra os pré-candidatos Ciro Gomes (PSB) e Marina Silva, do PV, empatados em terceiro lugar, com 8%. Em um possível segundo turno, Serra venceria com 46% dos votos e Dilma teria 37%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 18 de abril com 2002 entrevistados em 141 municípios do País. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Fim do Photoshop?

Já pensou abrir o site da revista Playboy ou ver o anúncio de seu shampoo e se deparar com o alerta de que as imagens foram retocadas para alterar a aparência física da pessoa retratada?

Pois é o que propõe um projeto de lei que tramita no Congresso e que torna obrigatório o aviso de manipulação de imagens. Lei do Photoshop, como foi apelidado o projeto de autoria do deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), acendeu uma polêmica sobre o controle regulatório do mercado publicitário.

O autor da lei atribui a anorexia e a bulimia à manipulação de imagens. Ele diz que, “Temos que combater esse mal. Há uma enganação no processo de criação e veiculação de peças publicitárias.”

O projeto tramita em caráter conclusivo e basta ser aprovado nas comissões para seguir ao Senado, sem precisar ir ao plenário da Câmara. A  multa prevista vai de R$ 1,5 mil a 50 mil

b27a86a0-slide_6158_81892_largep copy b27a86a0-slide_6158_81898_largep copy

As fotos acima são exemplos do que pode ser feito com uma boa manipulação. No entanto, o que efetivamente mudaria com a nova lei? Não será uma frase estampada junto a foto que mudará a manipulação das imagens. Elas continuaram acontecendo.

Segundo levantamento recente da Abap (Associação Brasileira das Agências de Publicidade) há hoje, aprovadas ou em tramitação, 400 leis ou projetos para regulamentação da publicidade, sendo 200 de conteúdo de propaganda comercial.

E para a propaganda eleitoral mentirosa e antiética não vão criar uma nova lei?

Vinte e cinco anos da morte de Tancredo Neves

"Partidos que renunciam à luta, que abdicam de seu dever de pelejar pela harmonia das condições do povo, não são partido políticos. Podem ser, quando muito, um grêmio literário ou uma confraria de São Vicente de Paula." Crítica ao PT quando o partido negou o voto em 1985.


Tancredo de Almeida Neves, nasceu no dia 4 de março de 1910, em São João del Rei (MG), filho de Francisco de Paula Neves e de Antonina de Almeida Neves.

Formou-se em direito em 1932 pela Faculdade de Direito de Belo Horizonte, no ano seguinte ingressou no Partido Progressista (PP), sendo eleito, em 1935, vereador em sua cidade natal. Com a extinção do PP filiou-se, em 1937, ao Partido Nacionalista Mineiro (PNM). Neste mesmo ano, com a implantação do Estado Novo pelo presidente Getulio Vargas e o conseqüente fechamento dos órgãos legislativos do país, perdeu o seu mandato.

No início de 1945, ante o desmoronamento do Estado Novo, Vargas deu inicio a um projeto de reformas que incluía a reorganização dos partidos. Tancredo se filhou ao Partido Social Democrático (PSD), criado pelas forças situacionistas em abril. Em outubro, Vargas foi derrubado por um golpe militar. Eleito para a Asembléia Legislativa de Minas Gerais, na legenda do PSD em 1947, Tancredo conquistou seu primeiro mandato de deputado federal 1950. No mesmo pleito, Getúlio foi eleito presidente da República e Juscelino Kubitscheck governador de Minas Gerais.

Empossado em fevereiro de 1951, em junho de 1953 licenciou-se da Camara para assumir o Ministério da Justiça. Nesse momento, o governo enfrentava cerrada oposição no Congresso, na imprensa e nas forças armadas e no empresariado. A situação foi se agravando progressivamente, culminando na madrugada de 5 de agosto de 1954, quando o jornalista Carlos Lacerda, principal porta-voz oposicionista, foi baleado na rua Tonelero, em Copacabana. No atentado, morreu o major-aviador Rubens Vaz. Tancredo Neves emitiu um comunicado afirmando a disposição do governo de elucidar o crime. Os resultados das primeiras investigações incriminavam dois membros da guarda pessoal de Vargas, logo dissolvida pelo presidente por sugestão de Tancredo.

Apesar dessa e de outras medidas do governo de colaboração com as investigaç ões, a tensão crescia. Respectivamente em 22 e 23 de agosto, a alta oficialidade da Aeronáutica e a da Marinha exigiram a renúncia do presidente. Na noite do dia 23, em reunião ministerial de urgência realizada no palácio do Catete, o presidente reiterou seu propósito de não renunciar, concordando entretanto em licenciar-se até a completa apuração dos fatos relacionados com o atentado. Por volta das cinco horas da manhã de 24 de agosto, Tancredo redigiu uma nota comunicando a decisão. Pouco depois, chegou a notícia de que um grupo de generais havia recomendado o afastamento definitivo do presidente. Recolhido em seus aposentos, Vargas suicidou-se. Tancredo acompanhou o corpo de presidente até São Borja (RS), onde presenciou o sepultamento e pronunciou violento discurso contra o novo governo, chefiado pelo vice-presidente João Café Filho.

Retornando à Câmara, passou a articular a candidatura vitoriosa de Juscelino Kubitschek à presidência no pleito de outubro de 1955. Diretor da Carteira de Redescontos do Banco do Brasil entre 1956 e 1958, nesse último ano assumiu a Secretaria de Finanças de Minas Gerais. Deixou o cargo em julho de 1960, para candidatar-se ao governo do estado. Derrotado no pleito, realizado em outubro, em novembro tornou-se presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico, ai permanecendo até março de 1961.

A ação política de Tancredo voltou a ter destaque durante a crise resultante da renúncia de Jânio Quadros à presidência (25/8/1961). Seu substituto legal, o vice-presidente João Goulart, encontrava-se em visita à China. Goulart iniciou sua viagem de volta ao Brasil, mas os ministros militares vetaram sua posse. Foi então apresentada a proposta de uma emenda constitucional que convertia o regime presidencialista em parlamentarista, reduzindo os poderes do presidente, aceita pelos ministros militares. Em seguida, Tancredo Neves viajou para Montevidéu, onde Goulart se encontrava, a fim de obter a sua concordância, retornando a Brasília em 1º de setembro com a missão cumprida. A emenda foi aprovada pelo Congresso no dia 2, e cinco depois Goulart assumiu a presidência. No dia 8, Tancredo tornou-se primeiro-ministro do primeiro gabinete parlamentarista do governo Goulart.

Enfrentado uma crescente insatisfação social, com a multiplicação de protestos contra a inflação e por maiores reajustes salariais, e a radicalização da luta política entre os defensores das chamadas reformas de base (constitucional, agrária, urbana, bancária e tributária) e os conservadores que se opunham a elas, em junho de 1962 o gabinete Tancredo se demitiu. Em outubro, ele elegeu-se deputado federal pelo PSD mineiro. Em 6 de janeiro de 1963, o presidencialismo foi reinstaurado através de um plebiscito.

Tancredo retornou à Câmara em 1º de fevereiro. Nos meses que se seguiram tornou-se crescente a influência do movimento sindical nas decisões do governo. Em 30 de março de 1964, ele tentou evitar que o presidente comparecesse a um ato público promovido pelos sargentos, argumentando que sua presença iria aumentar a animosidade militar contra o governo. No dia seguinte Goulart foi deposto por um golpe militar e em meados de abril o general Humberto Castelo Branco assumiu o poder. Após a dissolução dos partidos decretada pelo Ato Institucional n. 2 (27/10/1965) e a instauração do bipartidatismo, Tancredo filiou-se ao oposicionista Movimento Democrático Brasileiro (MDB), releelegendo-se deputado federal em 1966 e 1970.

Em fins de 1973, juntamente com o secretário-geral do MDB, Tales Ramalho, lançou a "anticandidatura" do deputado Ulisses Guimarães à sucessão do presidente Emílio Garrastazzu Médici no pleito indireto de janeiro de 1974. Embora sem ilusão de vitória, a campanha emedebista teria sido a mola-mestra da vitória eleitoral do MDB em novembro, quando conquistou 16 das 22 cadeiras em jogo no Senado. Nestas eleições, Tancredo foi novamente eleito deputado federal.

Apesar de sua postura oposicionista, Tancredo condenava os setores do MDB que se negavam a dialogar com o governo, afirmando-se como liderança da ala moderada do partido e como interlocutor do regime na discussão do projeto de distensão "lenta, gradual e segura" do presidente Ernesto Geisel. Eleito senador em 1978, durante a campanha defendeu a adoção de eleições diretas em todos os níveis e de uma anistia ampla, geral e irrestrita. Em fevereiro de 1979 assumiu sua cadeira no Senado.

Com a extinção do bipartidarismo em novembro de 1979, aproximou-se do deputado Magalhães Pinto, seu antigo adversário na política mineira, visando à formação de um partido de centro, o Partido Popular (PP). Lançado candidato ao governo de Minas Gerais pelo PP, quando o governo apresentou projeto proibindo as coligações partidárias para o pleito de 1982, Tancredo defendeu a fusão de todas as correntes oposicionistas em uma só legenda, proposta aceita pela maioria do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e do PP. A fusão do PP com o PMDB foi oficializada em fevereiro de 1982. Em novembro, Tancredo elegeu-se governador de Minas Gerais pelo novo PMDB, e em março de 1983 deixou o Senado.

Em fins de 1983, o deputado Dante de Oliveira apresentou projeto de emenda constitucional restabelecendo as eleições diretas para presidente da República. A emenda mobilizou a opinião pública e as lideranças de oposição, produzindo também grande impacto no Partido Democrático Social (PDS), governista. Começava a ganhar corpo a proposta de um pacto entre a oposição e os descontentes do PDS com vistas a lançar um candidato único à presidência, em pleito direto a ser realizado em novembro de 1984. Desde o início, Tancredo Neves foi pensado para cumprir esse papel. De janeiro a abril de 1984, os comícios em favor das eleições diretas reuniram multidões nas capitais e principais cidades do país.

Tancredo participou com destaque de todas as manifestações. Porem, não afastava a possibilidade de o PMDB disputar o pleito presidencial indireto, caso a emenda Dante de Oliveira não fosse aprovada por maioria absoluta. Com efeito, foi isso que aconteceu na sessão da Câmara dos Deputados de 25 de abril de 1984, prevalecendo, portanto, a opção indireta para a escolha do sucessor de Figueiredo em 1985. No final de junho, o PDMB lançou o nome de Tancredo Neves à disputa no Colégio Eleitoral. Quatro dias depois, a Frente Liberal, dissidência do PDS, rompeu com o governo, dando início às negociações com a oposição em torno da candidatura Tancredo. Apos a formacao da Aliança Democrática, ficou decidido que a Frente Liberal indicaria o candidato à vice-presidência, recaindo a escolha no senador José Sarney.

Em 15 de janeiro, o Colégio Eleitoral deu 480 votos a Tancredo Neves e 180 a Paulo Maluf, candidato governista. Entre fins de janeiro e princípios de fevereiro de 1985, Tancredo visitou os Estados Unidos e vários países da Europa. Com o seu regresso ao Brasil, tiveram início as negociações visando à formação do ministério. Um dia antes da posse, marcada para 15 de março de 1985, Tancredo Neves foi submetido à uma cirurgia de emergência. José Sarney tomou posse como presidente na manhã do dia 15.

Tancredo Neves faleceu na noite de 21 de abril, depois de ter sido submetido a sete cirurgias. Na manhã do 22, Sarney foi confirmado na presidência. No dia 23 o corpo de Tancredo Neves chegou ao aeroporto de Belo Horizonte, para receber as homenagens de cerca de 1,8 milhão de pessoas. Finalmente, no dia 24, na presença de 50 mil pessoas, foi enterrado no cemitério de São João del Rei.

Era casado com Risoleta Tolentino Neves, com quem teve três filhos.

(Biografia de Tancredo Neves)

20 de abr de 2010

Gabarito do Concurso para Oficial de Justiça/RS

LÍNGUA PORTUGUESA

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24
C D E A D B C C D B E E B D A D A C B B A E C B

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
B D D C E E C D C C C C D D E C
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56
E B C C D C C D A C C C B C B D

TÓPICOS DE LEGISLAÇÃO

57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78
A D C C E C C E D B A D B B E B E D E B E C

BOA SORTE!

19 de abr de 2010

Concurso para Petrobras Biocombustível

10307 A Petrobras Biocombustível S.A realizará o Processo Seletivo Público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva. Serão oferecidas 81 vagas de nível Médio e Superior, com carga horária de 40h semanais e remuneração variada entre R$ 1.985,04 a R$ 5.685,07.

As inscrições deverão ser realizadas no período de 26 de abril de 2010 a 9 de maio de 2010, exclusivamente, via internet, através do endereço eletrônico www.cesgranrio.org.br. O valor da taxa de inscrição e de R$ 30,00 para os cargos de Nível Médio e R$ 45,00 para os cargos de Nível Superior

As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Belém-PA, Fortaleza-CE, João Pessoa-PB, Montes Claros-MG, Natal-RN, Quixadá-CE, Recife-PE, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA e Teresina-PI.

As provas objetivas para os cargos de nível médio e de nível superior serão realizadas, no dia 6 de junho de 2010, preferencialmente, no turno da manhã e terão a duração de 3 horas.

Concurso público do INCRA

______wsentlg_Logo_Incra Estão abertas as inscrições para o concurso do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que contratará 550 novos servidores. São oferecidas 480 vagas de nível superior, com remunerações iniciais entre R$ 3.713,74 e R$ 4.598,80, além de 70 oportunidades de nível médio, cuja remuneração é de R$ 2.254,64. Os aprovados serão lotados em diversos Estados brasileiros. No Rio Grande do Sul, há oito vagas para Porto Alegre.

Os graduados poderão concorrer a 250 vagas de analista em reforma e desenvolvimento agrário (antropologia, engenharia civil, engenharia de agrimensura ou cartográfica e engenharia florestal), a 150 para analista administrativo (oportunidades para quem tem qualquer formação, além de análise de sistemas e contabilidade) e 80 vagas para engenheiro agrônomo.

As chances de nível médio (técnico em reforma e desenvolvimento agrário) exigem formações específicas e registro no Conselho Regional da categoria. São elas: construção civil, edificações, estradas, estradas e pontes, meio ambiente, agrimensura, geodésia e cartografia, topografia, geomensura, agrícola, agroindústria, agricultura, agropecuária, cooperativismo, florestal ou rural.

De acordo com a Diretoria de Gestão Administrativa do Incra, 70% das vagas são destinadas às superintendências do Instituto localizadas na Amazônia Legal, em razão da necessidade de pessoal para dar continuidade às ações desenvolvidas pelo órgão na região. O Incra tem 30 superintendências regionais, além da sede, em Brasília, e 45 unidades avançadas em municípios do interior.

As provas serão realizadas na data provável de 13 de junho, em todas as capitais do país e em Brasília, além das cidades de Santarém e Marabá (PA), e Petrolina (PE). Os candidatos poderão optar por vagas em locais diferentes dos que realizarão as provas. A data provável de divulgação do resultado definitivo no endereço eletrônico do Instituto Cetro é 30 de junho.

A intenção do órgão é homologar o concurso antes das restrições impostas pela legislação eleitoral, a fim de que os candidatos selecionados sejam nomeados e comecem a atuar ainda neste ano.

Leia o EDITAL

Faça sua inscrição AQUI

Gabarito do Concurso para Oficial de Justiça/RS

Levantamento preliminar indica que dos 78.508 candidados inscritos no concurso público para Oficial de Justiça do 1º Grau (PJ-H), promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado, 18,69% não compareceram. As provas foram aplicadas hoje (18/4), nas cidades de Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria e Santo Ângelo.

Porto Alegre e Pelotas tiveram os maiores índices de abstenção, com 25% cada. Caxias teve 21,3% de ausências; Alegrete, 16,96%; Passo Fundo 16%; Santo Ângelo, 15,98% e Santa Maria, 11,5%. Esses resultados são parciais.

Os candidatos concorrem a 122 vagas. Durante o período de validade do concurso – um ano, prorrogável por mais um – poderão ser chamados mais 50 aprovados.

A remuneração inicial para o cargo, cuja escolaridade exigida é Ensino Médio, é de R$ 3.034,00 para a Entrância Inicial; R$ 3.318,00, Entrância Intermediária; e R$ 3.630,93, Entrância Final, além de adicional por risco de vida e auxílio-condução.

Respeitada a ordem de classificação, o candidato vai escolher, de acordo com as vagas disponíveis no momento, a Comarca em que atuará. Durante a validade do concurso, o candidato aprovado que não aceitar nenhuma das comarcas que lhe forem ofertadas, permanecerá na sua posição de classificação para as próximas chamadas ou poderá optar exclusivamente pela última chamada.

Os gabaritos estarão disponíveis AQUI

17 de abr de 2010

Evangélicos não querem silêncio

Os pastores evangélicos, representados pelo presidente da Associação de Pastores Evangélicos de Pelotas, Sidnei Araújo Rodrigues juntamente com o pastor Carlos Alberto Costa da igreja Brasa, procuram os vereadores Ademar Ornel (Dem) e Waldomiro Lima (PRB) para reivindicar emenda ao artigo 88, inciso 2º, itens I, II e II, que trata do sossego público.

Os pastores argumentaram que é muito restrita a difusão de som musical ou ruídos para a realização dos eventos praticados pelos evangélicos. Eles afirmam que sempre cumpriram o determinado em lei resguardando os direitos da comunidade, mas asseguram que é preciso a ampliação dos decibéis.

O que diz o Artigo 88, inciso 2º, itens I, II e II, que trata do sossego público. (reivindicado alteração pela APEPEL)

§ 2º - Fazer propaganda por meio de sistemas de amplificação eletrônica de som, sem prévia autorização do Município: multa de três URM. O nível de critério para avaliação de poluição sonora, para ambientes externos, será medido em decibéis, conforme os tipos de áreas e o período do dia.

I – áreas de sítios e fazendas será permitido som até 40 db no período diurno e 35 db no período noturno:

II – Área estritamente residencial urbana ou nas proximidades de hospitais ou escolas, será permitido som de até 50 db no período diurno e 45 db no período noturno;

III – Área mista, com vocação comercial e administrativa será permitido som até 60 db no período diurno e 55 db no período noturno.
Eu particularmente acho que os limites estabelecidos no Código de Postura são bem amplos e vêm de encontro aos desejos da população que não suporta mais ter que ouvir todo o tipo de barulho e sons inconvenientes que são propagados pela cidade.

O Código de Postura não proíbe que uma associação, seja ela um templo ou um clube, faça seu evento com sons à níveis  mais elevados que o estabelecido, desde que, o local seja provido de isolamento acústico e que o som emanado para o exterior  não atinja os níveis limites da Lei.

Por que mudar a Lei? Por que não investir no tratamento acústico dos templos? Aí poderiam fazer o barulho que quisessem sem incomodar ninguém.

16 de abr de 2010

Nas mãos de Lula

O Plenário do STF retificou hoje a proclamação de resultado do caso Battisti. O Acórdão do STF deixa nas mãos de Lula o destino do criminoso italiano Cesare Battisti. Lula pode autorizar a extradição e deixar por conta das autoridades italianas faze-lo cumprir  pena em sua terra, ou deixar que o assassino viva confortavelmente no Brasil.

Vamos esperar para ver se Lula respeita a justiça de outros países como fez no caso de Cuba, quando disse não poder interferir em respeito à justiça da ilha.

Dicas para cuidar corretamente do pendrive

Cada vez mais arquivamos todos os tipos de documentos nos pen drives. Dificil encontrar, hoje, uma pessoa que não tenha um desses pequenos notáveis. Bom, mas essa memória flash também pode carregar vírus, além de ser um artigo fácil de ser perdido por aí. Assista ao vídeo e descubra como garantir a segurança dos dados arquivados dentro do seu pen drive



Este, e outros vídeos com dicas de informática, estão no site http://www.olhardigital.com.br/. acesse.

15 de abr de 2010

Local das provas do Concurso para Oficial de Justiça /RS

As provas serão realizadas domingo 18 de abril às 14 horas nos locais indicados abaixo:

Pelotas

DE ABELSON DE GOUVEA CAETANO ATÉ CARLOS ALBERTO
BARROS MATTOS

COLEGIO SAO JOSE, END: RUA GONCALVES CHAVES, 315 -
CENTRO;

DE CARLOS ALBERTO CARRASCO BORGES ATÉ DIRLENE NUNES
ROSA SCHULLER

COLEGIO MUNICIPAL PELOTENSE, END: RUA MARCILIO DIAS,
1597 - CENTRO;

DE DIULE MARQUES GOULART ATÉ GABRIELA DE ARAUJO
MAGALHAES

ESCOLA TECNICA ESTADUAL PROFESSORA SYLVIA MELLO, END:
RUA EVARISTO DA VEIGA, 75 - FRAGATA;

DE GABRIELA DE LIMA GONCALVES
ATÉ JESUS DAVID DAS NEVES COSTA

INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCACAO
ASSIS BRASIL, END: ANTONIO DOS ANJOS, 296 - CENTRO;

DE JESUS
FRANCISCO MONTIER DE OLIVEIRA ATÉ LEANDRO LUIS GARCIA AQUINO

EEEM CEL PEDRO OSORIO, END: RUA GENERAL OSORIO, 818 - CENTRO;

DE
LEANDRO MACKEDANZ NUNES ATÉ LUIS RINALDO COSTA DA SILVA

ESCOLA
ESTADUAL DE ENSINO MEDIO AREAL, END: AV DOMINGOS JOSE DE ALMEIDA,
2684 - AREAL

DE LUIS RINALDO VIEIRA DE OLIVEIRA ATÉ MARIA ELISA
FERNANDEZ MORAES

COLEGIO ESTADUAL CASSIANO DO NASCIMENTO, END:
AV DOM JOAQUIM, 671 - TRES VENDAS

DE MARIA ELISA MACHADO PEIL ATÉ
MIRIANE RODRIGUES PRIETSCH

COLEGIO ESTADUAL DOM JOAO BRAGA, END:
RUA BENTO MARTINS, 1656 - CENTRO

DE  MIRNA ACAI DA SILVEIRA MEDICI
ATÉ PAULA DE RODRIGUES MARCA

EEEM DR AUGUSTO SIMOES LOPES, END:
RUA AFONSO ARINOS, 91 - SIMOES LOPES

DE PAULA DE SOUZA E SILVA
PALOMBO ATÉ RERLEN DAS NEVES BITENCOURT

EEE FUNDAMENTAL
FERNANDO TREPTOW, END: RUA ERNANI FORNARI, 221 - FRAGATA

DE
REVERSON BARBOSA DOS SANTOS ATÉ ROSELI DE OLIVEIRA OTESBELGUE

COLEGIO ESTADUAL FELIX DA CUNHA, END: RUA ALMIRANTE BARROSO -
PORTAO LATERAL DA ESCOLA, 1459 - CENTRO

DE ROSELI GARCIA TEIXEIRA
ATÉ SIMONE DUARTE DA SILVA

EMEF DR MARIO MENEGHETTI, END: AVENIDA
QUATRO, 575 - GETULIO VARGAS

DE SIMONE DUARTE FERMINO ATÉ THAIS
FONSECA DA FONSECA

EEEM MONSENHOR QUEIROZ, END: RUA MIGUEL
BARCELOS, 563 - CENTRO

DE THAIS GONCALVES PALMA ATÉ VANESSA
RODRIGUES ROCHA

EMEF FRANCISCO CARUCCIO, END: AV LEOPOLDO BROD,
3220 - PESTANO

DE VANESSA SIMOES PINHEIRO ATÉ WAGNER ROBERTO
NOLASCO DE SOUZA

EMEF DR ALCIDES DE MENDONCA LIMA, END: RUA
PADRE DIOGO FEIJO, 213 - FRAGATA

DE WAGNER SANTOS DA SILVA ATÉ
ZULEICA CAVALHEIRO

EMEF JACOB BROD, END: AV FERNANDO OSORIO, 5413
- TRES VENDAS.

TODOS OS CANDIDATOS QUE SOLICITARAM CONDIÇÕES ESPECIAIS EM PELOTAS DEVERÃO COMPARECER NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MEDIO AREAL, END: AV DOMINGOS JOSE DE ALMEIDA, 2684 – AREAL.

Outras cidades clique aqui.

14 de abr de 2010

Mantega é contra reajuste dos aposentados

22_MHG_MAntega_1

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou hoje pela manhã que vai propor ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o veto a qualquer proposta aprovada pelo Congresso Nacional, que conceda um reajuste maior que 6,14% aos aposentados e pensionistas do INSS, que recebem acima de um salário mínimo. Segundo ele, o reajuste de 6,14% já garante o ganho real aos beneficiários do INSS.

A proposta original do governo era de elevação de 6,14% para esses benefícios. O Executivo já aceitou a demanda apresentada por deputados da base aliada para subir para 7%. O tema está em debate no Congresso. No entanto, na semana passada, parlamentares governistas disseram a representantes de sindicatos e aposentados que essas aposentadorias teriam alta de 7,7 %.

O reajuste de 6,14 % custaria R$ 6,7 bilhões à União. Um aumento de 7% teria um impacto adicional de R$ 1,1 bilhão, enquanto um aumento de 7,7 % geraria mais R$ 600 milhões em despesas para o governo.

A cabeça do ministro é a cabeça do PT, quando era oposição era contra tudo e prometia garantir os ganhos reais dos aposentados, mas agora, com todo o poder de sob controle, o método é diferente.

11 de abr de 2010

Lobo com nove vence e vai para a final







Alegria dos torcedores do Lobão que invadiram o Passo D'Areia em Porto Alegre, o Pelotas venceu por 4x2 nas cobranças de penalidades e está na final da Copa Fábio Koff.

No tempo normal as duas equipes empataram em 1X1, gols de Alex Dias aos 3 min de jogo e Jefferson aos 20 min do segundo tempo, logo depois do juiz Márcio Chagas da Silva expulsar Jardel aos 15 min e Tiago Duarte aos 18 min.

Foram 30 min de jogo com apenas nove jogadores em campo que serviram para mostrar a maturidade da equipe do Pelotas que ainda perdeu uma oportunidade clara de gol aos 32 min depois que Sotilli lançou Maurinho livre na área e este não conseguiu completar para o gol.

Domingo o Pelotas enfrenta o Internacional na final da Copa Fábio Koff no estádio Beira-Rio. A grande TORCIDA aureo-cerúlea estará lá, com todo seu entusiasmo e confiança no grupo de Beto Almeida.


Felipe Ruas, feliz da vida
para Imagens&Fatos
Com fotos do meu amigo
Cristiano Estrela/CP

Secretários e Diário Popular não conhecem Pelotas

Em release publicado no site da prefeitura dia 09 de abril, copiado fielmente e colado no Diário Popular deste domingo, o secretário de Qualidade Ambiental, Mateus Silva e, o secretário de Trânsito, Jacques Reydams, lançaram um projeto de intervenção paisagística para a avenida Adolfo Fetter.

O projeto prevê a construção de um canteiro central e a plantação de 180 palmeiras de 10 em 10 metros ao longo da pista que vai, segundo os dois secretários, da ponte do Arroio FRAGATA até a rótula da avenida Rio Grande do Sul. Tudo indica que eles não conhecem a cidade, pois entre o Arroio Fragata e a rótula indicada no projeto, há uma distância de aproximadamente 14 km. Na verdade o "arroio" que eles esqueceram o nome é o  Arroio PELOTAS.

Se houve erro de digitação eu não sei, só sei que está assim, e para mim isto demonstra uma falta de conhecimento que não pode ser aceito por parte de um secretário e também de um jornal que é um meio de informação e que deveria pelo menos revisar suas publicações, ou melhor, suas cópias.

Anna Maria

10 de abr de 2010

Pelotas concentrado para decisão

Torcida acompanha saída do time para a capital.
A equipe do Pelotas concentrada em Porto Alegre, já está pronta para o jogo de amanhã no Passo D'Areia contra o São José. O jogo vale uma vaga na final da Taça Fábio Koff contra o Internacional que venceu ao Ypiranga hoje à noite.

Beto Almeida já  definiu a equipe. No entanto, ele prefere manter o mistério e só deve divulgar a escalação minutos antes da partida.

Tudo indica que o Lobo deverá ter: Jonatas; Jonas, Bruno Salvador e Jonathas Costa; Maurinho, Gavião, Jardel, Maicon Sapucaia e Pedro; Alex Dias e Tiago Duarte.

Os torcedores do Lobo prometem invadir Porto Alegre.  Até hoje à tarde, dez excursões estavam confirmadas. Calcula-se que aproximadamente 800  se façam presentes no estádio do Passo D'Areia.

O Pelotas viajou com todo o grupo a disposição de Beto Almeida que prometeu atitude, unidade e responsabilidade da equipe em campo.

Gols de Inter 2x0 Ypiranga


O Internacional conseguiu a classificação para a final da Taça Fábio Koff ao vencer o Ypiranga por 2x0, gols de Walter, hoje à noite no Beira-Rio.

Serra é candidato

thumb

Lançado pré-candidato à Presidência da República pelo encontro do PSDB-DEM-PPS, realizado neste sábado, em Brasília, o ex-governador José Serra apresentou-se como o "pós-Lula" que se propõe a trabalhar pela união do Brasil; não para dividi-lo. Por nove vezes, Serra insistiu que o Brasil "pode mais", dando assim o mote de sua campanha. "Não queremos pobres contra ricos, sul contra norte, somos todos uma Nação só", disse Serra.

Ele prometeu combater o crime organizado e investir na segurança pública. "Qual pai ou mãe de família não se sente ameaçado pela violência, pelo tráfico e pela difusão do uso das drogas? O governo tem de investir em clínicas e programas de recuperação para quem precisa e não pode ser tolerante com traficantes de morte. Mais ainda se o narcotráfico se esconde atrás da ideologia ou da política". Serra disse que é preciso construir mais presídios, porque quem comete crimes tem de ser punido e preso.

Num contraponto ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que costuma agir como se o Brasil só tivesse passado a existir depois de 2003, Serra lembrou que nos últimos 25 anos - exatamente da eleição de Tancredo Neves para cá - o povo brasileiro alcançou muitas conquistas, como o direito de votar no presidente, o fim da censura, uma imprensa livre, o Estado democrático de direito, a nova Constituição, o Plano Real, o controle da inflação, a responsabilidade fiscal dos governos, o Sistema Único de Saúde (SUS).

"Não foram conquistas de um só homem ou de um só governo, muito menos de um único partido. Todas são resultado de 25 anos de estabilidade democrática, luta e trabalho. E nós somos militantes dessa transformação, protagonistas mesmo, contribuímos para essa história de progresso e de avanços do nosso País. Nós podemos nos orgulhar disso", disse Serra, posicionando-se, com seu partido, o PSDB, como protagonistas da História dos últimos 25 anos, em que ocorreram as conquistas democráticas, assim como o são o PT, o PMDB e os demais partidos.

O tucano afirmou que hoje o Brasil é carente de infraestrutura e tem de fazer grandes investimentos no setor. "No geral as estradas não estão boas, faltam armazéns, os aeroportos vivem à beira do caos, os portos há muito deixaram de atendes às necessidades." Ele lembrou que o PIB pode crescer muito mais se a infraestrutura for adequada.

José Serra fez críticas à política externa adotada pelo Brasil. Afirmou que o País não pode tolerar aqueles que mantêm prisioneiros políticos ou os fuzilam, numa alusão ao apoio que o Brasil dá a Cuba e ao Irã. Sobre às relações econômicas do Brasil com outros países, ele lembrou que enquanto no mundo foram assinados mais de 100 acordos de livre comércio, o Brasil, junto com o Mercosul, assinou apenas um, com Israel, ainda não implementado.

Quanto à campanha política que virá, Serra disse que às provocações, responderá com serenidade. "Às falanges de ódio que insistem em dividir a Nação vamos responder com trabalho presente e nossa crença no futuro. Vamos responder sempre dizendo a verdade. Aliás, quanto mais mentiras os adversários disserem sobre nós, mais verdades diremos sobre eles".

O tucano cutucou os petistas. Disse que o Brasil não tem dono. Pertence a todos os brasileiros que trabalham, que estudam, que querem subir na vida, que acreditam no esforço, que não se deixam corromper, que não toleram os malfeitos. E, numa alusão velada ao apoio do ex-governador Anthony Garotinho (PR) à candidatura de Dilma Rousseff, que no passado chamou o PT de "partido da boquinha", Serra afirmou que o Brasil é também dos brasileiros que não dispõem de uma "boquinha", dos que exigem ética na vida pública porque são decentes, dos que não contam com um partido ou alguma maracutaia para subir na vida.

Houve alusão também ao excesso de conferências sobre os mais diferentes assuntos adotadas no governo de Lula, que remetem a uma espécie de democracia direta, sem a necessidade do Congresso. Nesses conferências, sempre se aprovam propostas totalitárias, como o controle social da mídia e censura aos meios de comunicação. "É bom reafirmarmos nossos valores", disse Serra. "Começando pelo apreço à democracia representativa, fundamental para chegarmos onde chegamos. Devemos respeitá-la, defendê-la, fortalecê-la. Jamais afrontá-la".

Serra lembrou que na Constituinte (1987/88) fez as emendas que permitiram criar o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), financiar e fortalecer o BNDES e tirar do papel o seguro-desemprego. No Ministério da Saúde de Fernando Henrique conseguiu implantar os genéricos, proibir o fumo nos aviões e a propaganda de cigarros, a regulamentação dos planos de saúde, o combate à falsificação de medicamentos e a aprovação da chamada PEC 29, que vinculou recursos à saúde nas três esferas da Federação. Tudo aprovado por parlamentares de todos os partidos, disse o ex-governador, sempre na linha de que defende um Brasil unido e não dividido.

Fonte: Ag. Estado

8 de abr de 2010

Pelotas é semifinalista do Gauchão

O Pelotas está na semifinal da Taça Fábio Koff do Gauchão. A equipe do Lobão derrotou o Grêmio no Olímpico, de virada, por 2 a 1, acabando com a invencibilidade tricolor dentro de casa, e interrompendo a série que ficou em 15 vitórias seguidas na temporada. Maylson abriu o placar, e Thiago Duarte fez dois gols de pênalti. O meia Douglas, do Grêmio, foi expulso no final da partida.

O adversário do Pelotas na semifinal é o São José.

Felipe Ruas
para Imagens&Fatos
100% Lobão
direto do Olímpico

Cartão de visita


Sensacional! O que este cara faz com os cartões é incrivel, assista.

7 de abr de 2010

Dívidas com água, luz e telefone não poderão ser encaminhadas para o SPC

O Senado aprovou hoje, projeto que impede empresas fornecedoras de serviços públicos, como água, energia elétrica e telefonia de incluir consumidores inadimplentes em cadastros de proteção ao crédito.

Pelo texto, a interrupção do serviço somente poderá acontecer mediante notificação prévia de no mínimo 30 dias, com o envio de comunicado discriminando o valor da dívida, dos juros, das taxas e dos encargos.

O projeto também determina que, em caso de hospitais, escolas e usuários de baixa renda, a interrupção ou restrição dos serviços deverá obedecer prazos e critérios que preservem condições mínimas de manutenção das atividades desses estabelecimentos e da saúde das pessoas atingidas.

A proposta segue agora para a Câmara. Se for aprovada sem mudanças pelos deputados, segue para sanção presidencial.

Governo não quer Ficha Limpa

 

o_brasil_precisa copy

A Câmara dos Deputados decidiu nesta quarta-feira adiar para maio a votação do projeto que estabelece a ficha limpa para os candidatos às eleições --o que na prática pode impedir que a nova regra possa valer nas eleições de outubro. Como apenas a oposição apoia a votação imediata do texto, o projeto voltará para análise da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que terá até o dia 29 de abril para discutir a matéria.

O projeto, de iniciativa popular, foi apresentado à Casa em setembro do ano passado. Os deputados, porém, afirmam que ainda precisam discutir melhor a matéria antes de colocá-la em votação. O projeto encontra grande resistência na Casa especialmente por estabelecer a inelegibilidade para políticos condenados em primeira instância --desde que a decisão tenha sido tomada por um colegiado de juízes.

"A segunda instância com efeito suspensivo reduz a disputa política. Infelizmente, os tribunais regionais eleitorais são marcados por uma história de prevalência do ambiente político", disse o líder do PT na Câmara, deputado Fernando Ferro (PE).

Os deputados governistas, em sua maioria, trabalham para que somente condenados em segunda instância fiquem inelegíveis, com o direito de recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para garantir o efeito suspensivo da condenação.

A oposição apresentou pedido de urgência para a votação da matéria hoje, como previsto inicialmente, mas conseguiu o apoio de apenas 161 deputados --número inferior aos 257 necessários para que a matéria não retornasse à análise da CCJ. Como haverá emendas apresentadas ao texto, o projeto terá que retornar à CCJ.

O presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), disse que PT e PMDB se comprometeram em aderir à urgência se até o dia 29 o projeto não for analisado na CCJ.

 

Resistências

Além do PT, o PMDB, PP e PTB se mostraram contrários à votação imediata do projeto. Contrário ao atual modelo do projeto, o líder do PP na Câmara, deputado João Pizzolatti (SC) disse que "há pontos a serem corrigidos" no texto além da questão da inelegibilidade.

"Ou vamos fazer política, ou vamos fazer um projeto legal. Não se pode fazer uma votação açodada por interesses políticos. Um dos problemas é a tipificação dos crimes que tornam um deputado inelegível", afirmou.

O deputado Índio da Costa (DEM-RJ), que relatou o projeto na comissão especial da Casa criada para analisar a matéria, criticou o adiamento da votação. "Todos deveriam ter assinado o pedido de urgência para ir à votação hoje no plenário", disse.

Apesar da pressão de muitos parlamentares para que só ficassem inelegíveis políticos condenados em última instância, o grupo de trabalho decidiu manter a ideia inicial do projeto --com a condenação em primeira instância, mas submetida à análise de um grupo de pelo menos três juízes.

O projeto de iniciativa popular já tem 1,6 milhão de assinaturas na defesa da sua aprovação. O texto, além de estabelecer a chamada "ficha limpa", também determina que os políticos devem ficar inelegíveis por até oito anos depois de cumprirem a pena estabelecida pela Justiça. Pela legislação atual, os políticos perdem o direito de se candidatar oito anos depois da condenação --sem incluir o prazo de cumprimento da pena.

O veto aos políticos condenados pelo colegiado de juízes vale para uma lista de crimes, a maioria ligados à administração pública, como: crimes contra o sistema financeiro, eleitorais, abuso de autoridade, patrimônio público e privado, lavagem de dinheiro --além de outros como tráfico de trocas, racismo, terrorismo, formação de quadrilha e terrorismo.

Outra mudança no projeto muda as regras para que os políticos não possam renunciar aos mandatos com o objetivo de escapar de processos de cassação. Atualmente, o político pode renunciar ao mandato para não ser cassado desde que anuncie a renúncia antes da instauração do processo no Conselho de Ética da Câmara ou do Senado.

Na verdade há uma manobra do governo federal para engavetar o projeto Ficha Limpa, todos argumentos utilizados por políticos governistas, não tem fundamento na legalidade, mas sim no medo. Quem não deve, não teme!