Pesquisa personalizada

13 de mai de 2009

Obras de arte roubadas dos Maksoud são encontradas na rua

No domingo (10), ladões entraram na casa de Ilde Maksoud (80 anos), ex-mulher de Henry Maksoud, dono do Maksoud Plaza, enganando o vigia com a desculpa de que estavam levando flores para a idosa, roubaram quatro telas, a Figura em azul", de Tarsila do Amaral, "O Cangaceiro" e "Retrato de Maria", de Cândido Portinari, e "Crucificação de Jesus", do pintor Orlando Teruz.
.
O roubo teve repercussão nacional, as obras de estimado valor poderiam ser facilmente vendidas no mercado negro das artes. No entanto para a surpresa de todos, na noite desta terça-feira as obras foram encontradas.
.
Os quatro quadros roubados do interior da mansão na região dos Jardins, zona sul de São Paulo, foram abandonados próximo à sede da TV Record, na região da Barra Funda, zona oeste da capital paulista.
.
Agentes do GOE foram chamados e levaram as pinturas para a 1ª Delegacia Seccional, no Centro da cidade. A polícia ainda não forneceu mais detalhes, também não informaram se os quadros são autênticos.

Que bando esquecido, devem ter parado para tomar uma gelada e acabaram esquecendo o fruto do roubo, ou então ficaram com medo, pois seus retratos foram espalhados por todas as delegacias e quartéis de São Paulo. Ladrão ajuízado.

Nenhum comentário: