Pesquisa personalizada

27 de fev de 2011

Vídeo mostra o momento exato do atropelamento de ciclistas em Porto Alegre



Imagens de um ciclista mostram o momento em que um motorista atropelou um grupo de ciclistas após uma discussão na última sexta-feira, em Porto Alegre. Pelo menos 15 foram atingidos e oito tiveram de ser encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro (HPS). Eles eram integrantes do grupo Massa Crítica, que defende o uso da bicicleta e combate o uso do automóvel nas ruas da capital gaúcha.

O atropelamento aconteceu após uma discussão do motorista com alguns dos integrantes do grupo. Pelo menos 100 ciclistas percorriam a rua José do Patrocínio, no bairro Cidade Baixa. Segundo relato deles e de pedestres que acompanharam a cena, o motorista, de aproximadamente 40 anos, perseguiu o grupo por alguns quarteirões e atropelou costas os ciclistas.

"Ele acelerou premeditamente e atropelou o grupo inteiro", relata o jornalista Leo Ponso, que estava na calçada observando a passagem das bicicletas e viu o atropelamento. Palito, um dos integrantes do Massa Crítica, estava atrás dos ciclistas e foi um dos primeiros a ser atingido. "O motorista colocou o pé no acelerador e foi. Era gente e bicicleta voando e ele não parava", conta. (do Portal IG)

Morreu Scliar

Morreu neste domingo  aos 73 anos o escritor e colunista da Folha e Zero Hora  Moacyr Scliar. A morte ocorreu à 1h. Segundo o Hospital das Clínicas de Porto Alegre, onde ele estava internado, Scliar teve falência múltipla dos órgãos. O velório acontece hoje na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, a partir das 14h.

O escritor sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) isquêmico no dia 17 de janeiro. Ele já estava internado para a retirada de pólipos (tumores benignos) no intestino.

Logo depois do AVC, o escritor foi submetido a uma cirurgia para extirpar o coágulo que se formou na cabeça. Depois da cirurgia, ele ficou inconsciente no centro de terapia intensiva.

O quadro chegou a evoluir para a retirada da sedação, mas no dia 9 de fevereiro o paciente foi abatido por uma infecção respiratória e teve de voltar a ser sedado e à respiração por aparelhos.

Por causa da idade, os médicos evitaram fazer prognósticos sobre a recuperação do escritor.

Moacyr Jaime Scliar nasceu em Porto Alegre no dia 23 de março de 1937. Natural do bairro Bom Fim, que reúne a maioria da comunidade judaica da cidade, ele se consagrou como um dos principais literatos do País, mas nunca esqueceu de suas origens. Em 1972, por exemplo, publicou A guerra no Bom Fim, um romance inspirado na sua formação cultural.

Filho de José e Sara Scliar, imigrantes oriundos da Bessarábia (Rússia), foi alfabetizado pela mãe, que era professora primária e o incentivou a ler e escrever. Em 1955, passou a cursar a faculdade de Medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde se formou em 1962, ano em que publicou o livro História de um Médico em Formação, o primeiro da extensa bibliografia. São 74 livros abrangendo o romance, a crônica, o conto, a literatura infantil e o ensaio. Ele ainda foi colunista de jornais e teve textos adaptados para o cinema, teatro, tevê e rádio.

Sua obra foi marcada pela aproximação com o imaginário fantástico e com a investigação da tradição judaico-cristã, tendo como temas dominantes a realidade social da classe média urbana no Brasil, a medicina e o judaísmo. Scliar teve livros publicados em diversos países como Alemanha, Israel, Estados Unidos, Rússia, Franças, entre outros. Na carreira médica, ele especializou-se em saúde pública, fez curso de pós-graduação em Israel e tornou-se doutor em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública. Moacyr Scliar casou-se em 1965 com Judith Vivien Olivien, com quem teve um filho, Roberto.

Scliar  publicou mais de 70 livros entre diversos gêneros literários: romance, crônica, conto, literatura infantil e ensaio.

Integrante da Academia Brasileira de Letras desde 2003, Scliar já recebeu prêmios Jabuti, uma das mais prestigiadas premiações literárias do país, em 1988, 1993, 2000 e 2009.

Entre suas obras mais importantes destacam-se os livros 'A Guerra no Bom Fim', 'O Centauro no Jardim', 'O Exército de um Homem Só' e 'Max e os Felinos'.

23 de fev de 2011

Bolsa Família - atualização de dados

Beneficiários que não atualizaram seus dados até 31 de dezembro perderam o benefício do Programa Bolsa Família neste mês. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) cancelou 273.263 auxílios no mês de fevereiro, de um total de 1,1 milhão de famílias que precisaram passar pela revisão cadastral em 2010. A atualização das informações no Cadastro Único, promovida pelo MDS, em parceria com os municípios, alcançou um percentual de 77% do público envolvido nesse processo, no ano passado.

Em Pelotas houve uma redução de 843 beneficiários que não procederam ao recadastramento em 2010. Para evitar a interrupçao do repasse dos benefícios, as famílias do Município que recebem o auxílio, e que ainda não colocaram em dia seus dados, devem comparecer na sede da SMCas para efetuarem o recadastramento. O serviço de atualização funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na sede da Secretaria, localizada à rua Marechal Deodoro, 404.
Para efetuar o recadastramento, o usuário deve comparecer na SMCas munido da seguinte documentação: 
  • carteira de trabalho,
  • CPF,
  • RG,
  • comprovante de renda e residência,
  •  título de eleitor.
Das crianças e adolescentes:
  • carteira de vacinação,
  • certidão de nascimento,
  • atestado escolar,
  • de mudança de escola (quando for o caso),
  • de frequência escolar e o ingresso de crianças de seis anos no ensino fundamental.

12 de fev de 2011

Programação do Carnaval de Rua de Pelotas – Doce Folia 2011

 

SÁBADO DIA 05/03/2011

  • 14:00 Horas - ABERTURA - Banda Empolgação

  • CONCURSO OFICIAL DOS BLOCOS BURLESCOS (desfile 70 min - dispersão 10 min)

  • 18:20 horas – B.B. Vaca Louca

  • 19:30 horas – B.B. Nega Tereza

  • 20:40 horas – B. B. Café No Bule

  • 21:50 horas – B. B. Tesoura da Tiradentes

  • 23:10 horas – B. B. Gaviões do Pestano

  • 00:30 horas – B. B. Bafo da Onça

  • 01:50 horas – B. B. Bruxa da Varzea

  • 03:10 horas – B. B. Mafa do Colono

  • 04:30 horas – B. B. Candinhas da Cerquinha

DOMINGO DIA 06/03/2011

  • CONCURSO OFICIAL DAS E. S. MIRINS G. DE ACESSO (desfile 50 min )

  • 17:00 horas – E.S. Mirim Pica Pau

  • 18:00 horas – E.S. Mirim Mickey

  • 19:00 horas – E. S. Mirim Super Pateta

  • 20:00 horas – E. S. Mirim Águia Branca

  • 21:00 horas – E. S. Mirim Alegria e Samba

  • 22:00 horas – E. S. Mirim Vale a Pena Ver de Novo

  • CONCURSO OFICIAL DAS BANDAS CARNAVALESCAS - 1ª Parte (desfile 50 min)

  • 23:00 horas – B. C. Dona da Noite

  • 00:00 horas – B. C. Entre a Cruz e a Espada

  • 01:00 horas – B. C. Ki-Bandaço

  • 02:00 horas – B. C. Meta

  • 03:00 horas – B. C. Leocádia

  • 04:00 horas – B. C. Girafa da Cerquinha

SEGUNDA-FEIRA DIA 07/03/2011

  • 20:00 horas – Clubes Sociais

  • CONCURSO OFICIAL DAS ESCOLAS DE SAMBA DO GRUPO ESPECIAL (desfile 75 min - dispersão 10 min)

  • 21:35 horas – E. S. Imperatriz da Zona Norte

  • 23:00 horas – E. S. Academia do Samba

  • 00:25 horas – E. S. Unidos do Fragata

  • 01:50 horas – E. S. Estação 1ª do Areal

  • 03:15 horas – E. S. General Telles

TERÇA-FEIRA DIA 08/03/2011

  • CONCURSO OFICIAL DAS ESCOLAS DE SAMBA MIRINS GRUPO PRINCIPAL (desfile 50 min - dispersão 10 min)

  • 17:45 horas – E. S. Mirim Ramirinho

  • 18:45 horas – E. S. Mirim Aguia de Ouro

  • 19:45 horas – E. S. Mirim Mocidade do Simões

  • 20:45 horas – E. S. Mirim Explosão do Futuro

  • 21:45 horas – E. S. Mirim Brilho do Sol

  • 22:45 horas – E. S. Mirim Princesa Isabel

  • 23:45 horas – E. S. Mirim Acadêmicos da Lagoa

  • CONCURSO OFICIAL DAS BANDAS CARNAVALESCAS 2º Parte (tempo 50 min)

  • 01:00 horas – B. C. Ki Folia

  • 02:00 horas – B. C. Xavabanda

  • 03:00 horas – B. C. Família

SÁBADO DIA 12/03/2011

  • 21:00 horas - Bloco dos Idosos

  • 22:00 horas - Banda Carnavalesca Integração, Saúde e Educação

 

SÁBADO DIA 12/03/2011

  • DESFILE DAS CAMPEÃS

  • 1º lugar Blocos Burlescos

  • 1º lugar Escola de Samba Mirim – Grupo B

  • 1º lugar Escola de Samba Mirim – Grupo A

  • 1º lugar Banda Carnavalesca

  • 2º lugar - Escola de Samba

  • 1º lugar – Escola de Samba

6 de fev de 2011

Anderson Silva mantém o cinturão dos médio com nocalte em Belfort


Provocou, incomodou, prometeu e cumpriu todas as ameaças feitas durante a semana. Na madrugada deste domingo, o "Spider" nocauteou Vítor Belfort.

Por volta dos 4min25s de luta, Anderson Silva acertou um chute frontal no rosto de Belfort e acabou com o combate mais aguardado dos últimos anos. O Aranha chegou à 13ª vitória seguida no UFC (Ultimate Fighting Championship) e manteve o cinturão da categoria dos pesos médios em sua oitava defesa na carreira de lutador.

3 de fev de 2011

Belo Monte tem que parar


Caros Amigos, voltamos a reinterar nosso pedido feito em 13 de janeiro, nunca pedimos nada que não consideramos justo, e neste caso, chegou a hora de uma ação urgente pois, o governo já liberou a derrubada de árvores para abrir o canteiro de obras da usina hidrelétrica de Belo Monte.

A mega usina de Belo Monte iria cavar um buraco maior que o Canal do Panamá no coração da Amazônia, alagando uma área imensa de floresta e expulsando milhares de indígenas da região. As empresas que irão lucrar com a barragem estão tentando atropelar as leis ambientais para começar as obras em poucas semanas.

A Amazônia é um tesouro incalculável, por isto precisamos gerar uma indignação imediata. Nos últimos dias centenas de brasileiros inundaram o gabinete da Presidente Dilma com telefonemas, e mais de 416.260 pessoas já assinaram a petição. Agora, vamos aumentar a pressão. Assine a petição de emergência para a Dilma parar Belo Monte e proteger a Amazônia -- ela será entregue de forma espetacular com os parceiros indígenas da Avaaz em Brasília na semana que vem:

Clique neste link e assine você também!  http://www.avaaz.org/po/pare_belo_monte/?vl

A Eletronorte, quem mais irá lucrar com Belo Monte, está demandando que a licença para iniciar as obras seja liberada mesmo antes do projeto cumprir as normas ambientais.

Especialistas que estudaram o projeto concordam que a usina é uma catástrofe ambiental. Três semanas atrás o ex-Presidente do IBAMA se demitiu ao se recusar a ceder a pressão política para assinar a licença de Belo Monte. Mas o governo federal rapidamente apontou Américo Ribeiro Tunes, um substituto leal que caladamente assinou a licença pouco depois de assumir o cargo.

A hidrelétrica iria inundar pelo menos 400.000 hectares da floresta, impactar centenas de quilômetros do Rio Xingu e expulsar mais de 40.000 pessoas, incluindo comunidades indígenas de várias etnias que dependem do Xingu para sua sobrevivência. O projeto de R$30 bilhões é tão economicamente arriscado que o governo precisou usar fundos de pensão e financiamento público para pagar a maior parte do investimento. Apesar de ser a terceira maior hidrelétrica do mundo, ela seria a menos produtiva, gerando apenas 10% da sua capacidade no período da seca, de julho a outubro.

Os defensores da barragem justificam o projeto dizendo que ele irá suprir as demandas de energia do Brasil. Porém, uma fonte de energia muito maior, mais ecológica e barata está disponível: a eficiência energética. Um estudo do WWF demonstra que somente a eficiência poderia economizar o equivalente a 14 Belo Montes até 2020. Todos se beneficiariam de um planejamento genuinamente verde, ao invés de poucas empresas e empreiteiras. Porém, são as empreiteiras que contratam lobistas e tem força política – a não ser claro, que um número suficiente de nós da sociedade, nos dispormos a erguer nossas vozes e nos mobilizar.

A construção de Belo Monte pode começar ainda em fevereiro.O Ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, diz que a próxima licença será aprovada em breve, portanto temos pouco tempo para parar Belo Monte antes que as escavadeiras comecem a trabalhar. Vamos desafiar a Dilma no seu primeiro mês na presidência, com um chamado ensurdecedor para ela fazer a coisa certa: parar Belo Monte, assine agora:

http://www.avaaz.org/po/pare_belo_monte/?vl

Acreditamos em um Brasil do futuro, que trará progresso nas negociações climáticas e que irá unir países do norte e do sul, se tornando um mediador de bom senso e esperança na política global. Agora, esta esperança será depositada na Presidente Dilma. Vamos desafiá-la a rejeitar Belo Monte e buscar um caminho melhor. Nós a convidamos a honrar esta oportunidade, criando um futuro para todos nós, desde as tribos do Xingu às crianças dos centros urbanos, o qual todos nós podemos ter orgulho.