Pesquisa personalizada

16 de abr de 2009

Tragédia em Novo Hamburgo - triplo assassinato em função de dívidas ou loucura?

O advogado da empresária, Carlos Henrique D´Ávila, declarou nesta quinta-feira em programa de rádio que as dívidas da empresa do casal Flávio Machado D´Ávila e Roselani Radaelli D´Ávila chegavam a R$ 2 milhões.
.
De acordo com o advogado, o casal de sócios enfrentava problemas com a Justiça, pois muitos funcionários não vinham recebendo em dia os direitos trabalhistas (FGTS, INSS, férias e rescisões), e mais, os empresários também tinham dívidas com fornecedores.
.
Segundo ele, a empresa vinha passando dificuldades há uns 5 ou 6 anos e, de lá para cá, a situação só piorou, obrigando o casal a penhorar as duas vagas da garagem do apartamento onde moravam e até as máquinas da empresa.
.
Carlos Henrique D´Ávila também afirmou que nesta sexta-feira pela manhã será realizada uma reunião com outros diretores da empresa para saber o que será feito para liquidar essas dívidas.
.
Depoimentos
.
A vizinha de Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e Maria Francisca de Freitas, 6, contou em entrevista à Rádio ABC de Novo Hamburgo detalhes sobre a noite do crime. Andréia de Camargo foi uma das primeiras pessoas a chegar ao apartamento em que mãe e filha foram mortas a facadas. Ela estava acompanhada do irmão de Rosângela e de seu marido, que é síndico do prédio.
.
Andréia disse que logo que o casal foi alertado pelos gritos das vítimas imaginaram que Rosângela pudesse estar passando mal. Ela contou também que chegou a ver a vizinha respirando.
.
Segundo Andréia, as duas tinham se falado pelo telefone ainda na noite de terça-feira. Rosângela teria dito que estava muito feliz pois era a primeira vez que a irmã, a empresária Roselani D´Avila, dormiria em seu apartamento. "Foi uma espécie de despedida", desabafou.
.
Para a vizinha, Rosângela parecia estar passando por um bom momento e, pela relação que mantinha com mãe e filha, afirmou que as duas demonstravam amor incondicional uma pela outra.
.

Últimas homenagens




O sepultamento das três vítimas executadas pela empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila emocionou centenas de pessoas que participaram dos atos fúnebres na manhã desta quinta-feira, em São Leopoldo.
.
O empresário e marido de Roselani, Flávio Machado D´Ávila foi enterrado por volta das 11h no Crematório Ecumênico Cristo Rei. A irmã, Rosângela Radaelli Picinini de Freitas e a sobrinha, Maria Francisca de Freitas, foram as últimas a serem sepultadas no Cemitério Municipal da cidade.

Nenhum comentário: