Pesquisa personalizada

21 de abr de 2009

Protesto pela morte de Lobato



Hoje à tarde amigos e parentes de Alexandre Souza Lobato reuniram-se para fazer uma homenagem ao mecânico assassinado na sexta-feira às 20h30min quando tentava ajudar duas vítimas de um assalto.
.
Lobato, uma pessoa muito querida na cidade, perseguiu dois assaltantes que reagiram a tiros à ação heróica do mecânico. Ele estava em casa com a família quando ouviu os pedidos de socorro de um casal que havia sido assaltado, ele saiu em perseguição dos ladrões que fugiam em bicicletas, e ao alcançar os ladrões foi atingido por disparos, socorrido pelo filho, Lobato faleceu no pronto atendimento da Unimed.
.
Cerca de 100 pessoas em carros e motos percorreram as Avenidas Bento Gonçalves e Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira protestando contra a falta de segurança, chegando até a frente da oficina mecânica de Lobato, na Rua Capitão Felino Alves, no centro, uma salva de palmas encerrou o protesto.
.
Lobato tinha 55 anos, ele agora faz parte de uma triste estatística. Este ano Lobato foi a 23ª vítima de homicídio em Pelotas. No ano passado todo, 25 pessoas foram assassinadas na cidade, estes números não mentem, nossa cidade está desprotegida. Os problemas da crescente violência são muitos, mas soluções são poucas.
.
Os assassinos de Lobato, um cidadão de bem, ainda não foram presos.
.
foto-Giacomo Bertinetti

Nenhum comentário: