Pesquisa personalizada

17 de abr de 2009

Minha casa, minha vida

Em 12 dias úteis, o cadastro de interessados em adquirir casa própria financiada por programas governamentais computou mais de mil pessoas. Até às 19h de quinta-feira, 1.059 haviam preenchido a ficha: , destas, 971 informaram ter renda familiar entre 0 e 3 salários mínimos, 78, renda entre 3 e 6, e outras dez pessoas, entre 6 e 10 salários mínimos. Chefe do Serviço de Inscrição e Análise de Demanda da Secretaria de Habitação (SMH), Leonardo Lages, informa que às 12h30 são distribuídas 100 senhas para o cadastramento.
.
O plantão continua no paço municipal, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 18h30, mediante apresentação de certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de identidade (CI), CPF, carteira de trabalho e comprovante de renda - os que não tiverem comprovante, deverão informar a atividade desenvolvida e o valor médio da renda obtida.
.
Para estabelecer a renda familiar, contam os salários de todos os membros da família que moram na mesma casa. Não são contabilizados os valores de pensão alimentícia nem de programas assistenciais. Ao preencher o formulário, os interessados deverão informar a zona em que residem e se possuem terreno próprio. Aqueles que tinham feito inscrições anteriormente, devem atualizar as informações.
.
O cadastro servirá para traçar uma radiografia das necessidades de moradia em Pelotas e deve preparar o município para o programa habitacional do Governo Federal “Minha casa, minha vida”, além de atender a demanda de outros programas, como o de Arrendamento Habitacional (PAR), Emancipar e Morar Melhor, entre outros.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu preciso fazer meu cadastro, porém no horário do meu almoço não dá, fiquei todo tempo lá e não deu, quero sugerir que coloquem mais atendentes, só 3 demora muito e porque não pela internet? agilizaria muito.

Obrigada Maria

Anônimo disse...

Concordo com a Maria, estive na fila por mais de 2 horas, a prefeitura poderia agilizar o atendimento, tem lei para fila de banco e não tem nada que agilize o atendimento da prefeitura.

sérgio lima