Pesquisa personalizada

21 de abr de 2009

Acidente com ônibus Argentino - sete feridos continuam internados

Dos 29 feridos no acidente com um ônibus de turismo argentino, apenas sete continuam internados em hospitais catarinenses. Uma das vítimas, Nélida Rivalko, teve as pernas amputadas e segue na UTI do Hospital Regional de São José. Rosa Cavalieri, Margarida Dolivier e Gladis Zelmes, estão sob observação médica, pois o estado das mesmas inspira cuidados. No Hospital Celso Ramos, José Ramón Figueroa e Alicia Cáceres continuam internados. Em Lages, no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Ana Maria Byczko continua hospitalizada e em observação.

Os corpos das sete vítimas fatais do acidente ocorrido na noite de domingo no km 65 da BR-282, seguirão para a Argentina hoje à tarde em um avião da Força Aérea Argentina, de acordo com o que declarou p ministro do Desenvolvimento Social da Província de Misiones, Mario Joaquim Rosada que está em Florianópolis dando atenção às vítimas e seus familiares.

A Polícia Rodoviária Federal está investigando as causas do acidente, o veículo que caiu de uma ribanceira de 60 metros de altura no km 65 da BR-282, seguia no sentido leste-oeste e tombou do lado direito da pista, em uma curva.

Segundo depoimento do motorista do ônibus, ele teria colidido na traseira de um caminhão e perdido o controle, outra hipótese que está sendo investigada é possibilidade do ônibus estar sem freios e em velocidade acima da permitida. Os peritos recolheram o tacógrafo do veículo e analisaram marcas na pista. O motorista disse que dirigia a no máximo 40 km/h. Segundo foi constatado no local do acidente, o ônibus era velho e não tinha cintos de segurança nos bancos nem extintor de incêndio.
.
Fotos-Hermino Nunes/DC

Nenhum comentário: