Pesquisa personalizada

14 de jan de 2009

Quem manda mais?

Segundo decreto assinado pelo prefeito Adolfo Antonio Fetter, considerando a necessidade de adequar o atendimento ao público no período de verão, a partir da próxima segunda-feira (19) o horário de atendimento na Prefeitura de Pelotas será alterado.O horário de atendimento de terça-feira à sexta-feira continua ocorrendo das 8h às 14h. Nas segundas-feiras o atendimento será prestado das 12h30 às 18h30. Os serviços considerados essenciais não terão seus horários alterados.

Redator: Laura Alam mtb1928
...............................................................................

A nota acima está no site da Prefeitura hoje. Mas no Posto de Saúde do bairro Areal, a nota é outra:

AVISO - Devido ao horário da Universidade Federal, estamos atendendo somente na parte da manhã. Contamos com a colaboração de todos. Obrigado.

A pergunta que eu, e aqueles que procuraram atendimento no Posto do Areal fazem, é a seguinte:

Saúde e atendimento médico não são considerados serviços essenciais?

Outra coisa, que tipo de colaboração que os funcionários do posto de saúde esperam das pessoas que procuram assistência médica?

O pai da foto leu, mas não entendeu. Talvez médicos e funcionários acreditem que dor de barriga pode ser programada. Dor de cabeça, só pela manhã. Mau súbito, só pela manhã. Pressão alta, mordida de cachorro, dor de dente, infecção intestinal, por favor, colaborem, adoeçam mas somente na parte da manhã.
As fotos mostram a aparência do posto de saúde. Péssima, como o atendimento oferecido à população. Afinal quem manda na Saúde?

Um comentário:

Prazer sustentavel disse...

Nossa, que absurdo!
Numa epoca de crise e gerra, as pessoas acabam esquecendo das verdadeiras necessidades do ser humano! E saude como voce mesmo disse e algo essencial...de que adianta paz e emprego sem condicoes basicas de saude?
Infelizmente nao estamos no poder entao o que nos resta e ajudar da nossa forma...o pior e que muitos acham isso normal e nao vao atras dos seus direitos...pagamos muito pelos impostos, mas temos pouco retorno...nao podemos esperar sentados por uma mudanca, temos que fazer nossa parte, mesmo que seja pequena, mas pelo menos estamos fazendo alguma coisa!