Pesquisa personalizada

18 de jan de 2009

Acidente com a delegação do Brasil - Boletim


Três dos oito integrantes do Brasil-Pe internados no Hospital Universitário São Francisco de Paula, em Pelotas, receberam alta às 10h30min deste domingo. Foram liberados o lateral-esquerdo Rafael Pompeu Rodrigues Ledesma (Rafael Gaúcho), o lateral-direito Adriano Sella e o meia Uendel de Freitas. O grupo se acidentou na noite de quinta-feira, em Canguçu. No acidente morreram o centroavante Claudio Milar, o zagueiro Régis e o treinador de goleiros Giovani Guimarães.

Permaneciam internados em Pelotas dois integrantes da comissão técnica e três jogadores. O massagista Luiz Carlos Dias Borges havia voltado ao hospital no sábado após sentir dores em casa. Ele tem três fraturas nas costelas. O assistente técnico Paulo Roberto Raduski Matias apresenta boa evolução em seu quadro de saúde — ele teve um pedaço da pele e do músculo da perna arrancados.

Entre os atletas internados, o que deve demorar mais para sair, conforme o médico do Brasil-Pe, André Guerreiro, é o volante Eduardo Pozudi Fagundes, o Edu. Ele perdeu pele e pedaços do músculo da coxa esquerda no acidente — um galho de árvore entrou na parte de trás do joelho e saiu na nádega.

O meia Welder Passos, o Xuxa, evoluiu muito, de acordo com Guerreiro, e seu traumatismo craniano não preocupa mais. Ele deverá fazer uma cirurgia no olho entre terça e quarta-feira. Situação mais tranquila vive o lateral-esquerdo Clodoveu Almeida Mariano Júnior, o Alemão. Ele teve fratura no úmero esquerdo (braço), e só não foi liberado ainda porque continua sentindo dores nas escoriações que sofreu.

Em Porto Alegre, o nono ferido que ainda estava em atendimento no hospitalar, o treinador do clube, Armando Desessards, deve ter alta entre amanhã e terça-feira. Seu estado de saúde é bom, segundo a equipe médica do Hospital Mãe de Deus

Nenhum comentário: