Pesquisa personalizada

13 de jan de 2009

Câmara volta atrás, temporariamente


A decisão sobre possíveis mudanças no plano de saúde dos servidores da Câmara (Pró-Saúde) será, provavelmente, tomada pela próxima Mesaa Diretora. A opinião é do presidente Arlindo Chinaglia, que explicou nesta terça-feira (13) porque a Mesa anulou as decisões tomadas no último dia 7.
Além das mudanças no Pró-Saúde, a Mesa voltou atrás na regulamentação do adicional de especialização, previsto na Lei 11.335/06, que instituiu o plano de carreira dos servidores da Casa.
Boa essa não? Lavamos as mãos e passamos a responsabilidade para nossos colegas, que com certeza têm nobres interesses.

Nenhum comentário: