Pesquisa personalizada

3 de dez de 2008

Pizza

Por 10 votos a 4, o Conselho de Ética da Câmara absolveu o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, acusado de envolvimento em esquema de desvio de dinheiro do BNDES. O Conselho rejeitou o parecer do relator, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), que pedia a cassação do parlamentar.

Apesar de ter sido absolvido no Conselho de Ética, Paulinho ainda é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal. O primeiro apura se ocorreram irregularidades na contratação da Fundação João Donini para ministrar cursos profissionalizantes para desempregados e pessoas de baixa renda utilizando recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) destinados à Força Sindical.

De acordo com informações encaminhadas pelo Ministério Público Federal ao STF, há suspeitas de fraude na contratação, inclusive com o uso de alunos fantasmas. Um dos indícios seria o fato de uma auditoria ter encontrado um elevado número de alunos matriculados mais de uma vez para o mesmo curso, sendo que muitos desses cursos eram ministrados no mesmo horário e em cidades e até Estados diferentes.

O segundo tramita em segredo de Justiça, o inquérito apura suposto envolvimento do deputado em um esquema de desvio de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). (fonte-estadão)


Veja quem votou a favor e quem votou contra.
Votaram pela absolvição:

Fernando Melo (PT-AC)
Leonardo Monteiro (PT-MG)
Sandes Júnior (PP-GO)
Wladimir Costa (PMDB-PA)
Efraim Filho (DEM-PB)
Dagoberto (PDT-MS)
Abelardo Camarinha (PSB-SP)
José Carlos Araújo (PR-BA)
Marcelo Ortiz (PV-SP)
Romulo Gouveia (PSDB-PB)

Votaram pela cassação:
Moreira Mendes (PPS-RO)
Rui Pauleti (PSDB-RS)
Solange Amaral (DEM-RJ)
Paulo Piau (PMDB-MG)- relator

Um comentário:

manu disse...

Olá!

Coloquei uma de suas fotos de SC no Plenitude, como link para ajuda. Espero que não se importe.

Toda divulgação e ajuda é necessária.

Adorei os posts "A festa do Lobo", "Lobo Campeão" e "Pelotas Campeão".

Abraços

Manu