Pesquisa personalizada

22 de dez de 2008

Carla Bruni-devoradora de homens


A primeira-dama francesa, Carla Bruni, veio ao Brasil nesta segunda-feira, 22, ao lado do presidente da França, Nicolas Sarkozy, para uma visita oficial de dois dias. Ele participa do 2º Encontro Empresarial Brasil-União Européia no Rio. Bruni terá agenda paralela e visitou no primeiro compromisso um banco de leite da cidade que ajuda crianças desnutridas.

A ex-top model e cantora, depois de três meses de namoro, casou-se com Nicolas Sarkozy presidente da França, substituido Cecília Ciganer-Alberniz, no papel de primeira dama.
Sóbria, educada e elegante, Carla ofuscou o marido. Firmou sua imagem no exterior, recebeu o Dalai Lama, contrariando os interesses da China, se enganjou em campanhas a favor das vítimas da Aids, a doença que em 2006 vitimou seu irmão, Virginio. Agora no Rio deve anunciar ações altruítas aos carentes dos morros do Rio.
Carla, nascida na Itália, mudou-se com os pais para França ao 6 anos de idade. Entre os anos 80 e 90, foi um dos rostos mais bem pagos do mundo da moda. Dez anos depois, encarou um novo desafio, tornar-se cantora e compositora.
Suas relações amorosas, incluem um triângulo amoroso com o editor literário Jean-Paul Enthoven e com seu filho, Raphael, com quem teve um filho. Com astros como Mick Jagger e Eric Clapton. Todos esses romances renderam a bela, o rótulo de "devoradora de homens".

Nenhum comentário: