Pesquisa personalizada

27 de jan de 2010

Zelaya deixa embaixada brasileira - acabou a mordomia



O presidente deposto Manuel Zelaya já deixou a Embaixada do Brasil em Tegucigalpa e está se dirigindo rumo ao aeroporto, onde irá embarcar para a República Dominicana. Zelaya estava na embaixada desde 21 de setembro, quando voltou escondido ao país.


Ele deixa a embaixada após a posse do presidente eleito Porfírio Lobo Sosa, que ao assumir a Presidência de Honduras nesta quarta-feira sancionou a lei que anistia crimes políticos cometidos em Honduras após o golpe de Estado. (foto menor Zelaya, Porfirio Lobo e o presidente da República Dominicana Leonel Fernándoez)

O Brasil (o governo) tentou recolocar Zelaya no poder, mas perdeu a briga para a vontade popular hondurenha que democraticamente escolheu Porfirio Lobo nas eleições do ano passado.


No discurso de  posse  Lobo declarou que "Serão quatro anos. Nenhum dia a mais", disse que irá combater a corrupção em todas a as esferas e vai lutar pela unidade nacional.  Logo depois sancionou o decreto de anistia de crimes políticos, abrindo a porta de saída de Honduras para Zelaya e seus amigos que viveram os últimos quatro meses em completa mordomia patrocinada pelo Brasil.

Nenhum comentário: