Pesquisa personalizada

1 de jan de 2010

Tragédia no primeiro dia do ano em Angra dos Reis


O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro informou que pelo menos 16 pessoas morreram soterradas em deslizamentos causados pela chuva em Angra dos Reis desde a madrugada desta sexta-feira. Onze vítimas perderam a vida no desabamento da Pousada Sankay, na Ilha Grande, e outras cinco no Morro do Carioca. De acordo com o vice-governador Luiz Fernando Pezão, a maioria dos hóspedes da pousada é de turistas de São Paulo e Minas Gerais. O local foi atingido por um deslizamento de terra.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o número de pessoas soterradas pode passar de 40. Os feridos estão sendo levados para o Hospital do Abrahão, na Ilha Grande. O vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que o deslizamento atingiu também casas de veraneio, o que pode aumentar o número de mortos. De acordo com o vice-governador, que falou em entrevista à rádio CBN, os moradores da região afirmam que há muitas pessoas soterradas.

Pezão disse que a retirada das pedras e da vegetação que caíram do morro durante o deslizamento só poderá ser feita com máquinas pesadas. Elas devem ser transportadas para a ilha através de uma balsa que já foi solicitada à Marinha.

Uma equipe formada por funcionários da Defesa Civil, bombeiros e integrantes da Capitania dos Portos está na Praia do Bananal, onde ocorreu o acidente. Embarcações da Marinha dão apoio à operação. O prefeito de Angra, Tuca Jordão, o vice-governador do Rio e o secretário estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, acompanham os trabalhos.

Região Metropolitana
Com as 16 mortes confirmadas, chega a 36 o número de vítimas fatais em razão das chuvas que atingem Angra dos Reis e região metropolitana do Rio desde a última quarta-feira. Segundo a Defesa Civil, 11 das 36 mortes aconteceram na capital, duas em Magé, duas em São João de Meriti, duas em Belford Roxo e uma em Duque de Caxias, todos na Baixada Fluminense, e duas em Niterói, cidade a 15 km da capital.

da agência estado

Nenhum comentário: