Pesquisa personalizada

17 de jan de 2010

Verba indenizatória - para onde vai o dinheiro dos brasileiros


Pedro Simon (PMDB-RS) e Marco Maciel (DEM-PE), foram os únicos senadores da República que  não utilizaram nenhum centavo de verbas indenizatórias no ano de 2009. Os demais senadores gastaram o equivalente a 40.230 cestas básicas (tomando-se o valor mais alto, de São Paulo, de R$ 104,54).

Hospedagem, alimentação, combustíveis, lubrificantes e aluguel de veículos. Essas foram as despesas mais onerosas dos senadores ressarcidas pelo Senado em 2009 por meio da chamada verba indenizatória. Levantamento feito pelo site Congresso em Foco mostra que a Casa gastou R$ 4,2 milhões de toda a verba apenas para cobrir despesas dos gabinetes com hotéis, restaurantes e bares, postos de gasolina, aluguel de carro e táxi aéreo.

Esses gastos correspondem a cerca de 40% dos R$ 10,7 milhões desembolsados pelo Senado para cobrir despesas dos senadores com o exercício do mandato.

Quatro parlamentares gastaram o limite de R$ 180 mil a que tinham direito para cobrir o total de suas despesas: Fernando Collor (PTB-AL), Demóstenes Torres (DEM-GO), Gilvam Borges (PMDB-AP) e João Ribeiro (PR-TO). Os senadores consumiram R$ 2,58 milhões para manter as instalações de suas representações políticas nos Estados que representam. O terceiro maior gasto ficou por conta da divulgação da atividade parlamentar, impulsionada pelos senadores pré-candidatos, que utilizaram quase 90% dos R$ 1,78 milhão destinados à publicidade das ações dos parlamentares, conforme revelou o Congresso em Foco.

Apesar de o Senado ter um respeitado e bem remunerado corpo de consultores legislativos, as despesas com a contratação de consultorias, assessorias e pesquisas técnicas consumiram R$ 1,57 milhão de toda a verba indenizatória. Os senadores conseguiram ainda R$ 600,18 mil para comprar materiais de escritório e programas de computador, alugar móveis e cobrir despesas postais em 2009.(A Crítica)


Está matéria está no Blog do Lord, e mostra apenas uma parte dos gastos dos políticos brasileiros. Os valores são vergonhosos se compararmos com o salário de um trabalhador que tem um carga horária de 8 horas com apenas 4 dias de descanso por mês. Os senhores políticos trabalham em um ano menos que um trabalhador em 2 meses, e contam com o dinheiro público para satisfazer seus desejos e patrocinar a farra no congresso.


Veja a relação dos políticos FICHA SUJA na caixa de texto abaixo. Confira se o político que você, com seu voto, ajudou a eleger está nesta relação, e nas próximas eleições vote em uma Cara Nova do Congresso. (original em caranovanocongresso.blogspot.com)


3 comentários:

Lord disse...

Obg pelo apoio amigo.
Se todos fossem como vc nas proximas eleições fariamos uma faxina no congresso.

Ronaldo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lord disse...

Acompanhei o que acontecia no seu blog e so retirei após verificar a situação do Dimas.
Afinal temos que dar muitas pauladas nestes bandidos mas não devemos correr riscos, nós não temos o poder de fogo que ELES tem.
Mas pretendo publicar a LISTA DOS CONDENADOS PELA OPINIÃO PÚBLICA, o que vc acha?