Pesquisa personalizada

29 de jun de 2009

Pelotas já tem 7 casos suspeitos de gripe A, no Estado já são 81

Ainda não chegaram os resultados das análises das amostras coletadas de três pacientes que estão sob suspeita de estarem com a Influenza A (H1N1), enviados na segunda-feira (22) ao Laboratório Central do Estado (Lacen), em Porto Alegre.
.
Outros quatro casos estão sob observação da Secretaria de Saúde (SMS) de Pelotas. Segundo informações da secretaria, a demora na entrega dos resultados se deve, ao aumento significativo do número de pedidos de análises que o laboratório tem recebido de todo o Estado, ao longo da última semana. Ainda, segundo a enfermeira Priscila Moutinho, o Lacen informou que contrataria, ainda hoje (29) os serviços de outros três laboratórios, a fim de agilizar os resultados das análises.
.
Enquanto isto, a Secretaria Estadual da Saúde confirmou nesta segunda-feira cinco novos casos da gripe A (H1N1) no Rio Grande do Sul. Três pacientes são de Porto Alegre e dois de Santa Cruz do Sul. Todos vieram da Argentina.
.
O número total de casos no Estado chega a 81. Há 131 casos suspeitos. Outros quarenta e seis casos foram descartados. (Veja a relação das cidades com casos confirmados. Clique aqui.)
.
O secretário Estadual da Saúde, Osmar Terra, disse hoje que o Rio Grande do Sul concentrará, em poucos dias, a maior quantidade proporcional de infectados, após a morte do caminhoneiro Vanderlei Vial, 29 anos, vítima da gripe A (H1N1). O fenômeno se confirmará, segundo Terra, em virtude das largas fronteiras gaúchas com Argentina e Uruguai, onde o quadro é de epidemia.

Nenhum comentário: