Pesquisa personalizada

9 de jun de 2009

Esqueceram de mim

Praça Cypriano Barcellos, Praça do Pavão, Praça dos Enforcados, "Praça dos Esquecidos". São 19,625 mil metros quadrados em pleno centro da cidade, esquecidos pelo poder público. Uma parte da história de Pelotas sob domínio dos viciados, pederastas e marginais. A praça está sem vida. O abandono é tão grande que até os cães de rua, habituais frequentadores do centro da cidade, deixaram de vagar pelas alamedas sombrias e melancólicas da pobre praça.



Na praça os brinquedos estão vazios, o busto de Armando Fagundes está vandalizado, e o Chafariz dos Cupidos perdeu seus encantos. Um dos monumentos históricos de Pelotas está esquecido, sua última reforma foi em 2004, desde então foi abandonado à própria sorte. As pequenas partes que sobraram dos quatro postes vindos da França em 1874 junto com o Chafariz, viraram lixeiras. Em uma delas ainda pode-se ver a marca da Fundição Durenne, empresa francesa que produziu as peças sob encomenda da Cia. Hidráulica Pelotense. Originalmente, o Chafariz foi montado na Rua XV de Novembro esquina Gomes Carneiro (local onde hoje está o Quartel dos Bombeiros), e servia a população no abastecimento de água. Em 1914, foi transferido para a praça, onde está até hoje.


Existem locais que costumamos ignorar. Estamos tão acostumados com o descaso, que acabamos ignorando, esquecendo que existem. Esquecemos de sua história. Mas o poder público não pode esquecer. É dele a responsabilidade de guardar e preservar os bens públicos, e a Praça Cypriano Barcellos também é de Pelotas.

Um comentário:

Cleia disse...

Num jornal local, o prefeito Fetter dizia que a cidade ainda tem aspecto de suja, ela não só tem aspecto de suja, como ela ESTÁ SUJA!
As fotos estão provando!
O poder público tem que mantém a cidade limpa e arrumada, o povo tem uma parcela pequena de culpa por não saber manter a cidade limpa.

As calçadas quebradastambém fazem parte da sujeira!!!!!