Pesquisa personalizada

17 de mar de 2009

Mudanças na Fórmula 1


A Fórmula 1 passará a definir como campeão o piloto com maior número de vitórias a partir da temporada 2009. A decisão foi tomada durante reunião do Conselho Mundial de Automobilismo, entidade da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), nesta terça-feira.
.
Dono dos direitos da Fórmula 1, Bernie Ecclestone defendeu um sistema de medalhas na F-1 (ouro, prata e bronze para os pilotos que fossem ao pódio), mas a sugestão foi recusada pelo Conselho. Mesmo assim, o britânico saiu como o grande "vencedor" da reunião, já que conseguiu valorizar a luta pelo lugar mais alto do pódio na categoria.
.
O Conselho ainda definiu que, caso dois pilotos colecionem o mesmo número de vitórias durante o campeonato, o título será dado àquele que somou mais pontos, que seguem distribuídos como no ano passado - são 10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1 para os oito mais bem colocados de cada corrida.
.
As equipes defendiam a alteração na pontuação para 12, 9, 7, 5, 4, 3, 2 a 1, mas a proposta foi recusada. O sistema atual de pontos também apontará as colocações dos demais pilotos do Mundial, do segundo ao último lugar. Para a disputa do Mundial de Construtores, o Conselho da FIA definiu que o regulamento continuará o mesmo.
.
A decisão da FIA não agradou alguns pilotos, a possibilidade do campeão ser definido com algumas vitórias, frustra a perspectiva das equipes que mantém uma constância. São 17 grandes prêmios com 10 equipes e 20 pilotos, se um piloto vencer 4 corridas, e as demais 13 corridas forem vencidas por outros 5 pilotos, aquele que venceu as quatro, não precisará marcar mais nenhum ponto para ser considerado campeão. Se este regulamento estivesse valendo em 2008, Felipe Massa seria o campeão.
.
Felipe Ruas/imagens&fatos

Nenhum comentário: