Pesquisa personalizada

20 de mar de 2009

Esqueceram do pedestre


A prefeitura anunciou hoje as alterações no trânsito da área central, a rua Lobo da Costa sofrerá alteração do fluxo na quadra entre as ruas Gonçalves Chaves e Felix da Cunha. Será eliminada a mão dupla, ficando o fluxo de veículos direcionado da Gonçalves Chaves para a Felix da Cunha.
.
O semáforo que havia sido desligado há alguns dias, foi retirado do local. O secretário de Trânsito Jacques Reydams justificou a retirada desta forma:
.
Havíamos deixado o semáforo desligado para analisar o comportamento dos condutores naquele local, e agora com esta mudança não tem o porquê da permanência daquela estrutura lá, principalmente se houver outros pontos mais importantes. O motorista apenas virá em direção a Praça e fará a conversão à direita, procedendo como qualquer transversal de uma preferencial”.
.
O secretário esqueceu de um detalhe, o pedestre. Qual a solução para quem quer atravessar as ruas a pé? Na sua justificativa ele destaca os condutores, os motoristas, os carros mas e o pobre do pedestre? Ou será que naquele cruzamento não há fluxo de pedestres?
.
Em nossa cidade, o pensamento das autoridades é um pensamento aristocrático, esquecem que a grande maioria da população de Pelotas anda a pé ou de ônibus, esquecem que essas pessoas atravessam ruas, que andam pelas calçadas. As ruas asfaltadas, uma beleza. As calçadas em estado precário. Faixas de segurança, nem pensar. Podemos contar os locais que possuem uma faixa de segurança visível. Só existe um sinal para pedestre na cidade inteira, fica na XV de Novembro com a Praça Cel Pedro Osório, mas quem é que sabe quando este sinal está aberto ou fechado, se não existe definição nas cores. Na rua Osório com Floriano, os pedestres arriscam a vida para atravessar no ponto de maior fluxo de pedestres e de ônibus da cidade. O que foi feito naquele local para facilitar a vida do cidadão pelotense? Nada.
.
Está na hora do poder público dar uma olhadinha nestes "pequenos" problemas.
.
Anna Maria/imagens&fatos

7 comentários:

Anônimo disse...

Aproveitando o ótimo comentário, quero aqui deixar minha indignação com referência a situação da rua Mal. Deodoro esq. Voluntários. Aceito que toda a reforma gera certa bagunça, mas o que é aquilo? Onde estão os guardas municipais? Lembra deles? aqueles que nas festas natalinas estavam no calçadão, na praça, lembrou? pois é, creio que eles tenham ido passear de trenó e não retornaram. Os pedestres pedem socorro, gostariam que a prefeitura colocasse um profissional da área gerenciando o movimento daquela esquina, pois está um claos. Obrigada

luis martins disse...

Concordo que os pedestres devem receber a atenção devida, mas como profissional da praça, não entendo certas obras nas cidade. Em qualquer outra cidade, os engenheiros estudam formas para o trânsito de veiculos e pedestres, fluirem com maior rapidez. Aqui é diferente, os engenheiros estão sempre estudando uma forma de atrapalhar o já tão conturbado trânsito pelotense. Alargaram as calçadas na quadra da Osorio, afunilando o tráfego na quadra, agora afunilam o tráfego na Lobo da Costa, obrigando quem vêm do Fragata a ter que fazer o contôrno pela Butuy. Ora se não vai ter mais semáforo na Lobo da Costa, como é que eles esperam que, quem vem da Lobo da Costa contornando a praça, entre a direita na Butuy sem causar congestionamento?

Anônimo disse...

Já reclamei aqui e volto a reclamar. Vai completar UM MÊS, pois iniciou no feriado do carnaval, que os semáforos existentes no cruzamento da Av. JK de Oliveira com a rua Rafael Pinto Bandeira estão desligados em todos os sentidos. Ouvi falar que a prefeitura está estudando a possibilidade de colocar um sinal amarelo constantemente piscando. Mas quando vai realmente resolver o problema ninguém sabe. Será que vão esperar acontecer uma tragédia naquele local? Para nós, pobres contribuintes, por enquanto resta ter atenção redobrada quando circular por aquelas ruas. Parabéns pelo blog. Paulo.

Francisco Antônio Vidal disse...

A notícia oficial estava esperando uma crítica mesmo. Há meses que a rua está fechada e recém o secretário vem anunciar que a rua terá mão única e daí a eliminação do semáforo. O motivo é que os pedestres não precisam de sinaleira, pois já se orientam sozinhos. Os carros é que precisam.
A foto tb é muito oportuna. Pertence ao blog?

carlos sousa disse...

Foto de domínio público, material de divulgação da PMP.

Anônimo disse...

Os pedestres estão desorientados, eles vêm de todas direções, com faixa ou sem faixa, eles saem do meio dos carros, na esquina, no meio da quadra, nosso trânsito é muito maluco. Todo mundo precisa de orientação.

Francisco Antônio Vidal disse...

Fica clara a falta de visão do secretário. Pensou que os pedestres não precisam de sinaleira, pois se orientam sozinhos; quem precisa de semáforo são os veículos. Então como aqui os carros só precisam passar direto, retira-se a sinaleira (e deixa-se o poste com os sinais de trânsito agora inúteis).