Pesquisa personalizada

17 de mar de 2009

Jogador do Grêmio pode ter ido passear

Para o delegado que atua no caso, o jogador do Grêmio pode ter desaparecido espontaneamente.
.
Com a hipótese de sequestro descartada, a polícia investiga quais as causas para o desaparecimento do zagueiro Mário Fernandes, de 18 anos. O jogador, que foi contratado pelo Grêmio junto ao São Caetano e estava no clube há aproximadamente 10 dias, não é visto desde a última sexta, depois do treino no Estádio Olímpico.
.
O delegado Bolívar Llantada declarou — Já temos várias provas, testemunhais e técnicas, mas temos convicção, certeza quase que absoluta, e até para tranquilizar a família, de que ele felizmente não está morto e não está sendo mantido como refém por qualquer grupo criminoso. Acreditamos que o desaparecimento dele foi espontâneo.
.
O delegado acrescentou:
.
- Estamos trabalhando ininterruptamente e felizmente se avizinha um bom horizonte no fim do túnel. Estamos eliminando totalmente a hipótese de sequestro, de extorsão mediante sequestro ou qualquer crime de ordem patrimonial. Trabalhamos somente com a questão do desaparecimento. O que temos que deixar claro a partir de agora é o motivo de esse menino ter desaparecido.
- Ninguém sai da noite para o dia para passear e não volta. Temos que verificar se ele está com algum distúrbio psicológico. Estamos rastreando os passos dele e esperamos encontrá-lo com vida para que ele possa trazer alegria aos seus familiares.
.
Segundo declarações da família, o jovem jogador não sofre de nenhum distúrbio psicológico. Qual seria a razão então para o sumiço de Mário?
.
O certo é que, o até ontem desconhecido zagueiro do Grêmio, ficou conhecido mundialmente, seu nome passou a ser vinculado em todas as mídias. Se não houve nenhum ato criminoso, a ação sem dúvidas é merecedora de todos os elogios, digna dos mais experientes marqueteiros do Brasil.
.
Felipe Ruas/imagens&fatos

Nenhum comentário: