Pesquisa personalizada

28 de mar de 2009

Minha casa, minha fortaleza.


A violência e a falta de segurança em nossa cidade, estão obrigando a população a investir cada vez mais em equipamentos de segurança, transformando as casas em verdadeiras fortalezas. São investimentos que em alguns casos quase superam o valor do imóvel.
.
Grades de ferro, câmaras de segurança, cercas elétricas, alarmes, segurança patrimonial 24 hs, são pequenas barreiras que não impedem a ação dos criminosos que estão cada vez mais ousados e habilidosos.
.
O estado investe pouco na segurança, o cidadão investe muito. "Ficamos trancados dentro de casa, e os bandidos soltos na rua". Esta é frase que mais se ouve, quando as pessoas, depois de destrancar várias fechaduras, abrem as portas das casas para receber alguém.
.
Problemas para uns, soluções para outros. As serralherias estão vivendo um momento de euforia, há fila de espera de clientes interessados em gradear suas casas. As empresas de segurança patrimonial também vivem um bom momento. Até há alguns anos, haviam apenas duas na cidade, hoje são mais de dez registradas sem contar aquelas que trabalham na informalidade. É sem dúvidas um mercado em expansão.
.
É o privado tomando o espaço deixado pelo Estado que não assume a responsabilidade que deveria ser só sua.

Nenhum comentário: