Pesquisa personalizada

29 de mar de 2009

Difusor-polêmica do final de semana

A grande polêmica do final de semana em Melbourne foram os difusores dos carros da Brawn GP. Segundo a análise dos concorrentes, a peça do carro da Brawn estaria ferindo o espírito do regulamento. Porém, a Federação Internacional de Automobilismo já considerou as peças legais.

Depois da gritaria das equipes, Flávio Briatore disse já estar preparando uma peça no mesmo estilo das equipes Brawn, Williams e Toyota, para estrear na China, terceira etapa do campeonato.

O pivô de toda a polêmica é uma peça localizada na parte traseira do carro, abaixo do aerofólio, e que tem como principal objetivo direcionar o fluxo de ar. Neste ano, a ideia da FIA era reduzir a pressão aerodinâmica desta região em até 50%; mas as peças de Brawn GP, Williams e Toyota, por terem um formato diferente, não têm toda essa perda.
.
As escuderias que se beneficiam desse formato de difusor alegam que estão dentro das regras, e colocam a concepção de suas peças como uma "interpretação do regulamento". A FIA, por enquanto, tem concordado com essa versão. Adrian Newey, projetista da Red Bull, já afirmou que a Brawn GP ganha cerca de 1 segundo por volta devido ao difusor, que ele julga se irregular.
.
O grupo que protestou junto a FIA já afirmou que vai recorrer da decisão dos comissários. Caso isso aconteça, o tema será levado à Corte de Apelação da entidade, em Paris. Devido ao calendário da temporada, esse julgamento só poderá acontecer depois do GP da Malásia.
.
O que vale mesmo, para nós torcedores, são os resultados nas pistas. Barrichello mostrou que voltou para brigar por título. Nesta primeira corrida à equipe Brawn GP mostrou que está preparada. Têm carro, pilotos competentes, e dinheiro de sobra. O bilionário inglês, Richard Branson, dono do Virgin Group passa a financiar o desenvolvimento do carro.
.
Com um capital estimado de US$ 8 bilhões o Virgin Group está no mercado musical, telecomunicações, transportes ferroviários, aviação, alimentos e bebidas, aluguéis de carros, turismo espacial e agora também na Fórmula-1.

No final da corrida da Austrália, a equipe BBBB –Brawn, Branson, Barrichelllo e Button- eram todos, sorrisos e felicidades. Não era para menos, há 55 anos uma equipe estreante na F-1 não fazia dobradinha na primeira corrida da temporada, a ultima vez foi a Mercedes com Juan Manuel Fangio e Karl King, na França em 1954.
.
Felipe Ruas/imagens&fatos

Nenhum comentário: