Pesquisa personalizada

9 de out de 2009

Transporte coletivo - a incerteza de chegar

video



No início da tarde de quinta-feira (08), o ônibus de prefixo 222 que faz a linha Santo Antônio direita apresentou um defeito mecânico e parou na Av. Adolpho Fetter, seus passageiros inconformados tiveram que aguardar a passagem de outro ônibus para concluírem a demorada viagem de 12km entre a praia do Laranjal e o centro de Pelotas.

O veículo sem embreagem, constatado pelo motorista no início do trajeto, já havia colocado em risco a integridade de seus ocupantes quando na Av Rio Grande do Sul teve que descer em marcha-a-ré todo o trecho em subida (mais de 500m) daquela avenida para poder engatar a primeira marcha. O cobrador preocupado com a situação e diante das várias reclamações dos usuários, fez contato com a empresa que se negou em mandar outro veículo para substituir o carro com problemas, e orientou o funcionário que continuassem a viagem assim mesmo.

Um desrespeito com o usuário. Além de ter que aguardar mais de 30 minutos nos pontos de parada da praia até passar um ônibus, o usuário ainda tem que passar por uma situação dessas, ficar a mêrce das decisões de alguém que não está ligando para os compromissos e a integridade de quem paga caro por um serviço de qualidade duvidosa.

Tudo isto passa pela falta de fiscalização do poder público que defende a manutenção desta e de outras empresas provincianas que exploram o transporte em nossa cidade.

Licitação já!

Nenhum comentário: