Pesquisa personalizada

11 de out de 2009

MST planeja novas invasões


Líderes formados pelo Movimento dos Sem-Terra (MST) no Pontal do Paranapanema, região mais conflituosa do Estado, se transferiram para Iaras, Borebi e Agudos, nos arredores de Bauru, onde o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) apontou a existência de 17 mil hectares de possíveis terras devolutas. Além da Fazenda Santo Henrique, da Cutrale - desocupada na quarta-feira, após ter sido depredada -, o movimento invadiu mais 12 propriedades desde que intensificou a sua atuação no centro-oeste paulista. Leia mais...
..................................................................
Dispara o alerta dos proprietários rurais, o clima de insegurança está instaurado na área. Os sindicatos Rurais dizem que o movimento tem apoio  camuflado de setores do Governo que propiciam uma sustentação financeira e logística aos invasores. Tudo isto se dá por uma falta de pulso forte do governo e da demora da justiça em julgar os processos que correm sem solução, onde proprietários de terras contestam relatórios do INCRA.
.
O MST procura um mártir. Os produtores, segurança.



Nenhum comentário: