Pesquisa personalizada

28 de fev de 2010

Porto Alegre utiliza telemetria na medição de consumo de água

Sistema foi inaugurado
 no Mercado Público
Com objetivo de qualificar e agilizar o trabalho dos leituristas do Dmae, a sessão de medição do departamento está colocando em prática uma nova técnica para leitura dos hidrômetros: a Telemetria. O novo sistema consiste na transmissão de dados via ondas de rádio-frequência, por meio de um sensor previamente instalado nos hidrômetros.

O sistema foi estreado no Mercado Público da Capital. O local foi escolhido por acolher, em uma mesma área, 112 hidrômetros instalados em locais de difícil acesso para leitura. Não foi somente esse fator a contar na escolha: “Aproveitamos os 140 anos do Mercado Público, que foi comemorado em 2009, para também homenagear todos que ali trabalham. Além de não precisarmos mais entrar no ambiente de trabalho dos comerciantes, pois os hidrômetros ficam atrás de geladeiras ou prateleiras, o que atrapalhava a rotina deles, era necessário o dia inteiro para medir todos hidrômetros desse local. Agora, com o novo sistema, a leitura completa no Mercado pode ser realizada em 40 minutos, sem interferir no trabalho das pessoas”, relatou Maturino Rabello, chefe da seção de medição do Dmae.

Segundo Gilberto Esteves, que possui estabelecimento comercial há 30 anos no Mercado Público, a nova modalidade de leitura de hidrômetros representa um avanço: “Agora está muito melhor. Antes tínhamos que deslocar um funcionário que, às vezes estava atendendo um freguês, para acompanhar o leiturista. Isso não existe mais. Otimizou o trabalho do Dmae e do comerciante”, explicou.

Segundo o chefe da seção de medição do Dmae, outras localidades poderão ter a Telemedição na leitura. Terão preferência para a implantação do novo sistema locais onde existam um grande número de hidrômetros com dificuldade de acesso pelos leituristas. (fonte: Pref. de POA)

O sistema já é utilizado com sucesso em São Paulo e Pernambuco. A Europa há muitos anos vem usando a telemetria para aferição de consumo em condomínios, além de representar uma economia operacional, o sistema permite um controle mais eficaz das perdas de água que ocorrem nas medições dos hidrômetros.

Em Pelotas, o sistema de micromedição enfrenta enormes dificuldades para execução de leituras em locais de difícil acesso, principalmente no centro antigo da cidade e zona comercial, podendo no futuro, a adoção da telemetria vir ser a solução para o serviço  de saneamento de Pelotas, reduzir as perdas e otimizar os serviços.

Nenhum comentário: