Pesquisa personalizada

16 de ago de 2009

Gripe A em Pelotas e no Brasil


O avanço da Influenza A no Brasil, já atingiu o seu pico, palavras do secretário da Saúde Gaúcha Osmar Terra neste domingo. ”A gripe já atingiu toda a população que era sensível". Segundo ele, o número de casos está diminuindo e a procura nos postos de saúde e nos hospitais do Estado também está caindo. Mesmo assim, contrariando o pensamento do secretário, Pelotas e mais 30 municípios da Associação dos Municípios da Zona Sul-Azonasul, somente retornarão com as aulas da rede municipal no dia 31 de agosto. UFPEL e UCPEL também terão o retorno das aulas no final do mês.

Um dos critérios considerados para a medida foram os estudos do Programa de Pós Graduação em Epidemiologia da Faculdade de Medicina da UFPEL que apontam o pico da epidemia na região para as próximas duas semanas, já que foi uma das últimas no Estado a registrar os casos da nova gripe. A decisão é preventiva, defendem os especialistas.

Adiaram o retorno às aulas os seguintes municípios: Amaral Ferrador, Arroio do Padre, Arroio Grande, Canguçu, Capão do Leão, Cerrito, Chuí, Herval, Jaguarão, Morro Redondo, Pedras Altas, Pedro Osório, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, Santana da Boa Vista, São José do Norte, São Lourenço do Sul e Turuçu.

Em Pelotas sete mortes são suspeitas de influenza A, todas aguardam resultados de exames. Outras 56 pessoas continuam internadas também no aguardo de resultado dos exames laboratoriais.

São Paulo é o Estado com o maior número de mortes no país em decorrência da gripe A (H1N1), com 134 óbitos confirmados. O Paraná é o segundo em número de vítimas (79), seguido pelo Rio Grande do Sul (70), Rio (37), Santa Catarina (8), Minas (5), Paraíba (2), Pernambuco (1), Bahia (1) e Rondônia (1), além do Distrito Federal (1), somando 339 óbitos em todo o país, um número bem maior que o do México que havia registrado até sábado 163 mortes em decorrência do vírus.
.
Mesmo com declínio da epidemia, devem ser mantidos os cuidados de higiene recomendados pelo Ministério da Saúde. Com início das aulas na rede estadual, a orientação é para que alunos e professores resfriados ou com sintomas de gripe de qualquer tipo, não compareçam às aulas.


Informações e atendimento:

Sala da Influenza – informação sobre influenza e suporte aos hospitais
Rua Voluntários da Pátria, 1.436.
Telefone: 3222-5963
De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min.
Sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h.

Atendimento específico a gripes no Pronto Socorro de Pelotas (o serviço é realizado em duas tendas externas):

De segunda a sexta-feira, das 17h às 22h.
Sábado e domingos, das 8h às 20h.

Nenhum comentário: