Pesquisa personalizada

3 de ago de 2009

Arma dispara na Câmara dos Deputados

Um agente da Polícia Militar de Goiás acabou ficando ferido na manhã desta segunda-feira (3), depois que a arma de uma colega disparou acidentalmente, durante a saída de uma solenidade na Câmara dos Deputados.

O evento comemorava os 151 anos da PM de Goiás. Como no Congresso não é permitido entrar armado, os policiais tiveram de deixar as munições com a segurança da Casa. Na saída do evento, quando uma agente da PM colocava a munição na arma, foi que o disparo acidental ocorreu.

Segundo o soldado da Polícia Legislativa da Câmara, Francisco Oliveira da Costa, que atendeu a ocorrência, cerca de 200 policiais participaram do evento e, pelo menos 100 teriam deixado as munições com a Polícia da Câmara. Os outros deixaram as armas ou a munição nos ônibus.

Na saída da sessão, ficou acertado que os policiais deveriam colocar as munições nas armas apenas no ônibus, mas uma tenente carregou a arma ainda na saída da chapelaria da Câmara, provocando o acidente.

A bala atingiu o chão e ricocheteou. Alguns fragmentos atingiram as pernas do policial. Houve perfuração na perna esquerda e lesões leves na perna direita. O policial foi levado para o Hospital de Base de Brasília e não corre risco.
.
Depois do incidente, alguns deputados tiveram problemas para serem retirados de debaixo das mesas procuradas como refúgio. Quem tem, tem medo!

Nenhum comentário: