Pesquisa personalizada

30 de set de 2009

Senado aprova Toffoli, a sétima indicação de Lula ao STF em seis anos



O plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira, 30, a indicação do advogado-geral da União, José Antônio Dias Toffoli, para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
.
Foram 58 votos a favor da indicação e nove contra. Três senadores se abstiveram. O resultado da votação será agora encaminhado oficialmente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que indicou Toffoli para o STF.

Toffoli é o sétimo ministro a assumir no STF por indicação de Lula. O ex-advogado de campanha de Lula e amigo de Zé Dirceu rebateu às críticas por não ter mestrado nem doutorado dizendo ter escolhido se dedicar à advocacia, na verdade ele desistiu de investir na carreira para trilhar por um caminho mais fácil servindo os poderosos de plantão.
.
Mesmo sem ter notório saber jurídico e uma reputação ilibada, exigências do cargo, Toffoli deverá assumir a cadeira. Aos 41 anos será o mais jovem dos ministros, seu padrinho vence mais uma e garante ao  afilhado um futuro promissor, mas será que a justiça do Brasil terá um futuro justo? Será que este senhor que tanto seviu ao PT e seus amigos terá isenção em seus julgamentos?

Uma posição ficou clara, perguntado sobre o projeto de iniciativa popular que proíbe a candidatura de políticos condenados em primeira instância, apresentado à Câmara (ficha suja), ele acha que deverá haver alterações, ou seja, muda daqui muda dali, nada mudara.

Nenhum comentário: