Pesquisa personalizada

8 de dez de 2009

Rio Grande em situação de emergência


                                             foto: Gerson Pantaleão

O prefeito em exercício de Rio Grande, Adinelson Troca, decretou nesta terça-feira situação de emergência em função da cheia da Lagoa dos Patos. 

Com a cheia, as comunidades das ilhas dos Marinheiros e Torotama, e as localidades que margeiam o Saco da Mangueira, entre elas a Vila Santinha, foram as mais atingidas. O forte vento nordeste represou a água e a previsão, para os próximos dias, é de que o vento ainda sopre forte em Rio Grande, o que pode agravar a situação. A chuva forte já havia comprometido setores importantes da economia da cidade, como a agricultura, a pecuária e a pesca.

No Rincão da Cebola, área central da cidade, a lagoa ficou no mesmo nível do cais e suas águas se espalharam em direção à via pública. Na rua Lagoa Azul, no bairro Cidade Nova, o alagamento começou por volta das 10h de ontem e no início da tarde abrangia em torno de 200 metros. A água tapou calçadas de algumas casas e em outras chegava próximo à porta.

São José do Norte

Em São José do Norte a água da lagoa invadiu o entorno da hidroviária, nas ruas Álvaro Costa e Marechal Floriano. A área de saída da balsa que faz a travessia de veículos entre Rio Grande e São José do Norte, também ficou alagada. Em função disso, emergencialmente a balsa passou a atracar ao lado do píer.



Nenhum comentário: