Pesquisa personalizada

7 de ago de 2010

Ficha Limpa já barrou 125 nomes em todo o país

O número de candidatos com registros negados nos estados com base na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) chegou a 125. Na tarde desta sexta-feira (6), o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) divulgou balanço final sobre o julgamento das inscrições para as eleições de outubro. De acordo com o TRE, 24 candidaturas foram barradas pelas novas regras de inelegibilidade naquele estado.

Do total de registros indeferidos em Rondônia, um é do candidato ao governo Expedito Junior (PSDB), que teve o mandato de senador cassado em 2009 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico e compra de votos. Outros dois são de candidatos ao Senado, Melkisedek Donadon (PHS) e Ivo Cassol (PP). Quatro postulavam uma cadeira na Câmara dos Deputados. Os 18 restantes são candidatos à Assembleia Legislativa local.

Em todos os casos, cabe recurso ao TSE. Enquanto não houver decisão transitada em julgada - isto é, sem possibilidade de recurso -, eles podem continuar a campanha ao mesmo tempo em que se defendem na Justiça eleitoral. (Congresso em foco - Mário Coelho)

Nenhum comentário: