Pesquisa personalizada

24 de set de 2010

Romeu Tuma não morreu

Ao contrário do que informaram os principais sites de notícias do País na noite de hoje, 24, o senador Romeu Tuma, de São Paulo, candidato à reeleição, não morreu. Ele está internado desde o último dia 2 no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, em função de uma infecção viral de vias aéreas. O hospital e a família de Tuma negam seu óbito, afirmando que o senador está bem.

Em nota, o comitê de campanha do senador divulgou que nega a "onda de boatos" sobre o estado de saúde do parlamentar e que ele segue internado por recomendação da equipe médica. Leia a íntegra da nota:

"COMUNICADO

O senador Romeu Tuma permanece no Hospital Sírio Libanês a pedido da equipe médica. Nesta sexta-feira, fontes desconhecidas desencadearam uma onda de boatos em relação ao estado de saúde do senador. Lideranças do partido entendem que se trata de uma ação desonesta e desumana por parte dos adversários que não respeitam o trabalho e o legítimo direito de Romeu Tuma de levar adiante sua campanha."

Polêmica

De acordo com o Portal Imprensa, o UOL exibiu agora à noite uma manchete na qual mostrava link da Folha.com informando a morte do senador. A notícia foi publicada às 19h29 e retirada do ar logo em seguida.

Pelo Twitter, Vera Magalhães, editora do caderno Poder da Folha de S.Paulo, pediu desculpas aos internautas, que já comentavam a suposta morte, afirmando que um médico de Tuma havia anunciado o falecimento, mas a informação foi desmentida pelo hospital.

Um comentário:

Sérgio Roberto disse...

O senador morreu mesmo, mas não querem divulgar para garantir os votos dele para a legenda. Só vão dizer a verdade depois das eleições.