Pesquisa personalizada

14 de abr de 2011

Militares querem censurar novela do SBT que fala da repressão.

Cenas da novela do SBT
Uma associação de militares reformados lançou abaixo-assinado na internet em que pede a censura à novela do SBT "Amor e Revolução", que retrata a repressão a militantes de esquerda durante a ditadura (1964-1985).

O texto da Abmigaer (Associação Beneficente dos Militares Inativos e Graduados da Aeronáutica) evoca a Lei da Anistia, que não instituiu qualquer tipo de cerceamento a informações sobre o período.

"É óbvio que o governo federal, através da Comissão da Verdade, recém-criada, está participando do acordo em exibir a novela", diz o manifesto.

Na tarde de hoje, o abaixo-assinado tinha 566 assinaturas.Veja.

O autor da novela, Tiago Santiago, disse que a tentativa de censura é inconstitucional e interessa apenas a "torturadores e assassinos" do regime.

A ação do militar reformado gerou uma reação imediata e, um grupo denomindado Documento Ditadura criou um abaixo assinado em favor da novela de Tiago Santiago. Confira.

Nenhum comentário: