Pesquisa personalizada

9 de jul de 2011

Sanep em greve - saiba os motivos

Nota do comando de greve.
Nesta segunda-feira, nós, trabalhadores do SANEP, entraremos em greve, conforme decisão da assembleia de ontem, 08/05.


Nossos motivos:

Perdas salariais:

Nossos salários vem, nos últimos anos, deixando de atender às nossas necessidades. Os aumentos concedidos são calculados com base na inflação medida pelo INPC, que tem sido inferior aos índices de reajuste do salário mínimo. Pleiteamos 15,6% de aumento salarial, uma vez que a inflação indicada pela FGV foi de 10,6% e necessitamos de mais 5% para tentar repor as perdas desses últimos anos. Para quem não sabe, o salário dos servidores do nível 1 é de R$549,00. Com o aumento de 6,3% que está sendo proposto pelo Executivo, em janeiro esses servidores que são quem realmente faz o trabalho pesado, úmido e insalubre, estarão com seu salário base inferior ao salário mínimo.

Qualidade dos serviços prestados

Queremos prestar um serviço cada vez melhor à comunidade pelotense e isso passa pela qualificação e valorização dos servidores. Nossas discussões internas também incluem os critérios para a escolha de chefias de setores estratégicos e a falta de programas de qualificação dos servidores, o que caracteriza um descaso com a qualidade dos serviços prestados à comunidade.

A maioria dos servidores tem outra atividade além do SANEP, porque nossos salários estão longe de atender às necessidades de uma família. Os servidores que atuam na "linha de frente", no serviço que exige resistência física e que compromete a saúde, após o expediente e nos finais de semana trabalham ainda mais nesse tipo de serviço, deixando de descansar e conviver com a família. É impossível ter o mesmo rendimento do que aquele trabalhador que consegue ter o seu descanso e a qualidade de vida dignas de quem cuida do tratamento e distribuição de água e do saneamento de Pelotas.

Posicionamento com relação às políticas privatizantes:

Também é nossa pauta a questão das possíveis privatizações ou PPPs - parcerias público privadas - que são possibilidades cada vez mais presentes. Nós, servidores do SANEP, estamos começando um debate, para o qual convidamos toda a comunidade pelotense, a respeito do controle social sobre a água e o saneamento. O Plano Municipal de Saneamento está sendo estudado e elaborado por um consórcio de empresas que podem ser as primeiras interessadas nas PPPs.

Por outro lado, a política salarial da administração municipal está se mostrando como uma política de sucateamento dos serviços públicos - primeiro passo para as privatizações, totais ou parciais, conforme a história nos mostra.

Nossa luta não é apenas pelos nossos salários, é também uma luta pela qualidade dos serviços prestados pela autarquia, para que ela continue sendo nossa - de todos os pelotenses.

Nenhum comentário: